Roberto Cabrini e Allana Brites / Foto Reprodução: Instagram

No programa ‘Conexão Repórter’, desta segunda-feira (12), o jornalista Roberto Cabrini traz as revelações de uma das principais acusadas de um crime que chocou o país: o assassinato do jogador Daniel.

Em entrevista exclusiva Allana Brites, de 18 anos, quebrou o silêncio e afirmou que foi ela quem convidou o atleta para a festa que culminaria com o seu bárbaro assassinato, em outubro do ano passado.

A jovem, que é filha do empresário Edison Brites, que confessou o crime, e de Cristiana Brites, viu toda sua família envolvida no caso. Ela própria ficou nove meses na prisão, acusada de coação de testemunha, fraude processual e corrupção de menor.

Em sua primeira entrevista, Allana chorou e disse que o seu intuito com essa entrevista é mostrar a verdade, além disso, ela afirmou que gostaria de ter sua família de volta e que sua mãe foi a maior vítima dessa história.

A jovem ainda confirmou que o seu Edison matou Daniel, no entanto, ressalta que o atleta provocou a atitude do pai.

Em uma conversa cheia de choro e silêncio, Allana contou para Cabrini como ficou sabendo da morte do jogador, e afirmou que o seu pai disse que cometeu o crime para proteger Cristiana. Durante a prisão, a jovem ficou na mesma cela que a mãe, e garantiu que ela nunca havia conversado com Daniel e não entendia o porque dele ter invadido seu quarto.

Divulgada foto do suspeito pelo assassinato do ator Rafael Miguel, de Chiquititas

Mais detalhes sobre a morte

O Conexão Repórter ainda teve acesso a imagens exclusivas da festa de aniversário da jovem, ponto de partida desta história. O lugar: uma casa noturna badalada, em Curitiba, de onde o jogador sai por volta de 6 horas da manhã, com destino à casa dos Brites. É ali que Daniel faz uma foto sua ao lado da mãe de Allana, na cama de casal.

De acordo com as investigações, ele também diz, em conversa com um amigo, que manteve relações sexuais com a esposa de Edison Brites. O empresário, então, espanca o atleta com a ajuda de outras pessoas.

O pai de Allana tira Daniel de casa e depois o corpo do jogador é encontrado morto degolado, e com marcas de agressão e mutilação, em uma estrada rural na região metropolitana de Curitiba.

O que Allana tem a dizer? O que ela viu? O que cada um fez, ou deixou de fazer? Tanto ela, como seu pai, conversam com a família do jogador para prestar apoio. Ela, de fato, tentou esconder provas? A reconstituição do assassinato… Cabrini tem acesso a todos os lugares importantes: a boate, a casa dos Brites, o local do assassinato.

A versão da jovem sobre o assassinato bárbaro de Daniel vi ao ar nesta segunda, logo após o Programa do Ratinho.

Veja também:



5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here