Malhação - Gabriela entre seus alunos (Globo/Sergio Zalis)
Malhação – Gabriela entre seus alunos (Globo/Sergio Zalis)

A Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão anunciou, na manhã da última segunda-feira, dia 14, os indicados ao Emmy Kids Internacional 2019. Das sete categorias, a Globo foi indicada em três: ‘série’ e ‘digital’ com ‘Malhação: Vidas Brasileiras’ e ‘reality’ com ‘The Voice Kids’. Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia em Cannes, na França, no dia 31 de março de 2020.

Nova trama das nove da Globo mostra histórias de três mulheres com diferentes trajetórias; saiba mais

Prestes a completar 25 anos no ar, ‘Malhação’ prova que está mais atual do que nunca. Vencedora do Emmy Kids 2018 com ‘Viva a Diferença’, agora é a temporada ‘Vidas Brasileiras’ que concorre a duas categorias. Como ‘melhor série’, concorre com produções da Holanda, Cingapura e Inglaterra. Inspirada na premiada série canadense “30 vies”, “Malhação: Vidas Brasileiras” foi escrita por Patrícia Moretzsohn, com supervisão de Daniel Ortiz e direção artística de Natália Grimberg. A trama contou a história de Gabriela Fortes (Camila Morgado), uma professora brasileira idealista que ultrapassava os limites da escola para entender na essência cada um de seus alunos. A cada 15 dias, a trama mergulhava na vida de cada um dos alunos, revelando sua intimidade, dúvidas e sonhos. A história tratou de questões como drogas, machismo, idealização do corpo, racismo, assédio, intolerância religiosa, maternidade precoce, entre outros assuntos, abrindo espaço para debate da sociedade.

Na categoria ‘digital’, ‘Malhação: Vidas Brasileiras’ concorre com a ação exclusiva do Gshow ‘Malhação Ao Vivo’. A cada quinze dias, o programa era apresentado ao vivo nas redes sociais da Malhação (Facebook, Twitter e Instagram) com a participação do elenco, influenciadores digitais, fãs e especialistas. A apresentação era feita pelos atores Julia Mendes e Leonardo Bittencourt que interpretavam Hugo e Marli na trama. A duração era de 25 min a 1 hora e os apresentadores fechavam e abriam as quinzenas dos personagens com a participação dos atores envolvidos na história, apresentavam o videoarte produzido pela equipe da novela e mostravam os bastidores da temporada. ‘Malhação Ao Vivo’ concorre com produções da Noruega, Inglaterra e Dinamarca.

Pelo terceiro ano consecutivo, ‘The Voice Kids’ concorre ao Emmy Kids na categoria “Reality”. A terceira temporada do reality musical marcou a estreia de Claudia Leitte e da dupla Simone & Simaria no time de técnicos, que tem ainda Carlinhos Brown. André Marques e Thalita Rebouças completavam o elenco da atração e apresentaram a terceira edição do programa, que teve candidatos entre 9 e 15 anos e coroou a paraibana Eduarda Brasil, representante do Time Simone & Simaria, como campeã. O programa, que tem direção artística de Creso Eduardo Macedo e direção geral de Flavio Goldemberg, concorre com produções da Tailândia, Reino Unido e Bélgica.

Em novembro, o Grupo Globo concorre ao Emmy Internacional 2019 com três produções: ‘Se eu Fechar os Olhos Agora’, na categoria ‘Minissérie’; Marjorie Estiano por seu papel em ‘Sob Pressão’ como ‘Melhor Atriz’; e o Canal Futura na categoria “Documentário” por ‘A Primeira Pedra’.

Única televisão brasileira a receber o Emmy Internacional, a Globo acumula 17 prêmios, incluindo o primeiro ‘Directorate Award”, recebido por Roberto Marinho, fundador da Globo, em 1976. O segundo foi conquistado em 1981, com o musical ‘A Arca de Noé’. No ano seguinte, foi a vez de ‘Morte e Vida Severina’. Roberto Marinho recebeu novamente o prêmio na categoria ‘Direção’ em 1983. Na estreia da categoria ‘Melhor Novela’, em 2009, o Emmy foi para ‘Caminho das Índias’, de Glória Perez. Em 2011, a emissora foi novamente vencedora na categoria ‘Melhor Novela’ com ‘Laços de Sangue’, coprodução com a SIC, exibida em Portugal. No mesmo ano, no Emmy Internacional de Jornalismo, a Globo foi premiada pela cobertura do ‘Jornal Nacional’ sobre a invasão do Complexo do Alemão. Em 2012, duas estatuetas foram conquistadas com as produções ‘O Astro’ como ‘Melhor Novela’, e ‘A Mulher Invisível’, por ‘Comédia’. No ano seguinte, além do prêmio de Fernanda Montenegro como ‘Melhor Atriz’, a Globo levou a estatueta de ‘Melhor Novela’ com ‘Lado a Lado’. Já em 2014, Roberto Irineu Marinho, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, foi homenageado com o prêmio de Personalidade Mundial da Televisão, por sua liderança da marca Globo, nacional e internacional. No mesmo ano, ‘Joia Rara’ conquistou o prêmio de ‘Melhor Novela’. Em 2015, ‘Império’ levou o prêmio de ‘Melhor Novela’, e ‘Doce de Mãe’’, de ‘Melhor Comédia’. Em 2016, Verdades Secretas’ foi eleita a ‘Melhor Novela’. Este ano, a Globo recebeu o prêmio inédito de “Melhor Série” no Emmy Internacional Kids com ‘Malhação: Viva a Diferença’, escrita por Cao Hamburger e dirigida por Paulo Silvestrini.



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here