Masterchef - Fogaça - Paola - Ana Paula - Jacquin (Carlos Reinis/Band)
Masterchef – Fogaça – Paola – Ana Paula – Jacquin (Carlos Reinis/Band)

As inscrições para a sétima temporada do MasterChef Brasil foram abertas na última terça-feira (17).

Campeão do MasterChef gera controvérsia após recusar grande oferta de Paola Carosella

Os cozinheiros amadores interessados em participar da competição culinária, que será exibida pela Band em 2020, deverão preencher um formulário no site oficial do programa (https://entretenimento.band.uol.com.br/masterchef/2020/inscricao/). Todos os campos devem ser respondidos, tendo em vista que questionários incompletos serão desclassificados.

Para participar da atração, os interessados precisam ser maiores de 18 anos e cozinheiros amadores. Não serão aceitas inscrições de pessoas que trabalham ou já trabalharam em cozinhas profissionais nem de candidatos que tenham curso superior em Gastronomia ou sejam estudantes da área.

As inscrições para a nova temporada ficarão abertas até o dia 4 de abril e as gravações devem acontecer entre os meses de abril e julho de 2020 (com possibilidade de mudança). Desde a estreia do programa no país, Elisa Fernandes, Izabel Alvares, Leonardo Young, Michele Crispim, Maria Antonia Russi e Rodrigo Massoni realizaram o sonho de levantar o troféu do talent show culinário mais disputado do mundo.

Famílias Esaka e Tobias estão na grande final do Famílias Frente a Frente

A grande final do MasterChef – A Revanche, que foi exibida na última terça-feira (17), alcançou 5 pontos de audiência. No ar das 22h45 às 00h58, a disputa entre Vitor Bourguignon e Estefano Zaquini ocupou o terceiro lugar durante 37 minutos, com média de 4 pontos e share de 7% na Grande São Paulo.

O curitibano Vitor Bourguignon ganhou o troféu do MasterChef – A Revanche. Na grande final da temporada, ele preparou um menu batizado como Raízes, mostrando suas influências gastronômicas e tudo que aprendeu ao longo de sua trajetória na cozinha.

De entrada, o cozinheiro serviu um jiló defumado, emulsão de mostarda com tangerina, patê de fígado de galinha e migas. O prato principal foi bife de chorizo com farofa de presunto cru, purê de inhame e alho negro e molho chimichurri com pinhão. Para completar o menu, mousse de chocolate amargo, compota de caju, crumble de castanha de caju e gelatina de cajuína de sobremesa.

Eu me sentia um pouquinho menos favorito que o Estefano por conta da trajetória que ele teve. Ele participou da primeira edição em 2014, então, querendo ou não, tinha três anos a mais de experiência que eu. Mas, por sorte, ou por alguma interferência divina, eu consegui desempenhar um trabalho minimamente melhor. Foi por 1 ponto e o resultado está aqui na minha mão”, disse o campeão levantando o troféu.

Além do título do MasterChef – A Revanche, o curitibano levou para casa R$ 250 mil do Banco do Brasil, que já tem destino certo. “Esse dinheiro vai me possibilitar estruturar um sonho que eu tenho de ter meu buffet para atender grandes eventos”, revelou. Vitor ganhou também um curso de técnicas tradicionais da culinária francesa no Le Cordon Bleu Rio de Janeiro, uma cozinha completa da nova linha Brastemp Gourmand, uma cozinha equipada com produtos da Tramontina, R$ 1 mil por mês durante um ano para fazer compras com o cartão Carrefour e os R$ 17 mil dos desafios que conquistou durante a temporada.

O andreense Estefano Zaquini ficou em segundo lugar na disputa pelo troféu MasterChef – A Revanche. Além dos R$ 16,5 mil que conquistou com as vitórias durante a temporada, ele será premiado com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here