MSN

sábado, 15 de junho de 2024

Ney Matogrosso ganha homenagem no ‘Altas Horas’ com encontros emocionantes

Participam Roberto de Carvalho – a quem Ney não via há 40 anos -, Eduardo Dusek, Titãs, Seu Jorge, Beto Lee, Ritchie, Ana Cañas e Duda Brack

-

-

Wandreza Fernandes
Wandreza Fernandes
Editora chefe do Portal Área VIP e redatora há mais de 20 anos. Especialista em Famosos, TV, Reality shows e fã de Novelas.
Ney Matogrosso
Ney Matogrosso (Globo/ Divulgação)

A história da música brasileira é marcada por personalidades que, com autenticidade, foram encontrando caminhos para a sua arte, e o ‘Altas Horas’ homenageia uma dessas figuras: Ney Matogrosso. No próximo sábado, dia 25, o programa promove encontros do cantor com amigos que não via há vários anos e, juntos, compartilham relatos inéditos sobre o início da carreira de Ney, sua trajetória carregada de sentimentos, e sua importância para as gerações musicais seguintes.

- Continua após o anúncio -

‘Altas Horas’ dedica edição ao Rio Grande do Sul e reforça pedidos por doações

O músico Roberto de Carvalho é um deles. Ney revela ter sido o pivô do relacionamento de Roberto com Rita Lee, já que foi ele quem os apresentou. Após 40 anos sem o encontrar, Ney apresenta, junto de Roberto, “Bandido Corazon”, canção composta por Rita Lee para ele. “Não canto essa música há muitos anos”, comenta Ney.

Roberto também integra, ao lado de Beto Lee, Tony Belotto, Branco Mello e Sergio Britto – estes últimos integrantes do Titãs – a banda para a apresentação de “Comida”, originalmente do Titãs, mas regravada por Ney – aliás, todas as músicas apresentadas no programa foram gravadas por ele. “A verdade é que ele é muito generoso. No começo dos anos 1980, quando ele gravou Barão Vermelho, e depois a gente, acho que as pessoas passaram a olhar a nossa geração de outra maneira, e foi por causa de gestos como esse”, agradece Sergio Britto.

- Continua após o anúncio -

Patrícia Poeta, comandando o Encontro nas manhãs, ganha nova missão na Globo

O cantor, compositor e ator Eduardo Dusek, diagnosticado com Mal de Parkinson em 2015, comparece especialmente para celebrar o amigo. Conta histórias que viveram juntos durante os anos 1970, quando Ney começou a cantar, fazendo apresentações em universidades. Entre as curiosidades, está o porquê de Ney ter começado a usar maquiagem nos shows – elemento que marcou a sua personalidade como artista – , também por influência do teatro. Eduardo canta, em homenagem ao amigo, “Seu Tipo”.

- Continua após o anúncio -

Seu Jorge, assim como os demais, não esconde sua admiração: “O Ney é com certeza uma grande referência, é muito importante para a história da nossa música”, e canta uma versão de “Rosa de Hiroshima”. Ana Cañas expõe ter conhecido Ney em 2008, na TV Globo, durante a gravação do ‘Som Brasil’ que homenageou Cazuza. “Nos aproximamos depois disso”, conta, e apresenta “Como 2 e 2”. Ritchie, que também compartilha como conheceu Ney, canta “Fala”. Duda Brack, por sua vez, fala sobre o projeto “Primavera dos Dentes”, álbum de releitura de Secos & Molhados, grupo o qual Ney fez parte, e mostra “O Vira”.

Ney performa ainda sucessos permanentes, como “Sangue Latino”, “Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua” e “Pavão Mysteriozo”.

Vídeo Show que nada! Eliana vai apresentar nova temporada do Saia Justa no GNT, canal pago da Globo

O ‘Altas Horas’ tem apresentação de Serginho Groisman, direção geral de Serginho Groisman e Adriano Ricco, e vai ao ar após ‘Renascer’.

- Continua após o anúncio -

Continue por dentro com a gente: Google Notícias , Telegram , Whatsapp

Wandreza Fernandes
Wandreza Fernandes
Editora chefe do Portal Área VIP e redatora há mais de 20 anos. Especialista em Famosos, TV, Reality shows e fã de Novelas.