fbpx
quinta-feira, 6 de maio de 2021

Últimas

Repórter Record Investigação revela a dura rotina de adultos e crianças que trabalham nos piores lixões do país

-

Wandreza Fernandes
Editora chefe do Área VIP e redatora web há 15 anos. Especialista em Famosos, TV, Reality shows e especialmente em Novelas.

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

Roberto Cabrini no Repórter Record Investigação (Divulgação/Record TV)
Roberto Cabrini no Repórter Record Investigação (Divulgação/Record TV)

- Continua após o anúncio -

Nesta quinta-feira, dia 22/04, o Repórter Record Investigação, com apresentação de Roberto Cabrini exibe uma reportagem com histórias de pessoas de diferentes idades e gêneros que trabalham, se arriscam e até se alimentam em diferentes lixões pelo país.

Domingo Espetacular garante segundo lugar; A Grande Reportagem de Roberto Cabrini marca 12 pontos de média

Os brasileiros produzem cerca de 1,5 milhão de toneladas de lixo, por semana. Quase a metade é despejada em aterro ou lixão, O que prejudica o meio ambiente, mas garante a renda de milhares de famílias.

- Continua após o anúncio -

Um levantamento feito pelas equipes do programa, através do cruzamento de dados e acesso a relatórios do Ministério da Economia, revela o retrato de adultos e crianças que trabalham nos piores lixões do Brasil.

O primeiro destino é Eunápolis, na Bahia, cidade com mais de 112 mil habitantes, onde os repórteres Rogério Guimarães, Flávia Prado e Leopoldo Moraes registraram o descarte ilegal de lixo hospitalar, em plena crise sanitária. “Tem tubos de seringa, cateter, bolsa de sangue, tudo misturado ao lixo comum”, mostra o catador ao nosso repórter.

- Continua após o anúncio -

Em Itabuna, no sul do estado, a palavra fome faz parte do vocabulário e do dia a dia de centenas de famílias. Muitas delas ficaram sem renda com o agravamento da pandemia e foram morar perto do lixão da cidade. Assim, garantem pelo menos um pouco de alimento. “É a necessidade. É o único meio da gente ter comida na mesa“, resume a catadora.

Da Bahia para o Ceará. Na cidade de Pacajus, de 73 mil habitantes, as equipes encontraram crianças e adolescentes trabalhando no lixão, uma das piores formas de trabalho infantil, com exposição a perigos e doenças. “Já me cortei com vidro enquanto trabalhava”, conta o menino de 10 anos.

Repórter Record Investigação é um dos finalistas do prêmio internacional One World Media Awards pelo segundo ano consecutivo

E o programa ainda fala com os melhores especialistas e estudiosos no assunto, que contam sobre o que fazer com os catadores após o fechamento dos lixões, previsto para agosto de 2024.

Com apresentação de Roberto Cabrini, Repórter Record Investigação vai ao ar nesta quinta-feira, às 22h45.

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Wandreza Fernandes
Editora chefe do Área VIP e redatora web há 15 anos. Especialista em Famosos, TV, Reality shows e especialmente em Novelas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos