Mc Rebecca, Ludmilla e Anitta – Reprodução: Instagram

É, meus amigos, um dos maiores desafetos do cenário musical brasileiro é certamente o que envolvem as cantoras Anitta e Ludmilla. Tudo começou no Rock in Rio, onde uma verdadeira disputa por ‘direitos autorais’ se iniciou. Hoje em dia, a amizade das duas está bastante estremecida. Quem não tem nada a ver com isso é a funkeira Mc Rebecca, que foi descoberta por Lud e recentemente lançou um clipe com a poderosa.

+ Ludmilla toma medida radical após polêmica com Anitta no Rock in Rio

Seria ingratidão por parte da funkeira? Em conversa com o jornal carioca Extra, MC Rebecca abriu o jogo sobre a polêmica e afirmou que as duas tem que se entender e se unir:

“Eu não me meto na briga dos outros, mas acho que elas têm que se resolver. O público acaba inflando essas coisas. Estamos vivendo um momento em que as mulheres precisam se unir. As duas me inspiram por serem mulheres que conseguiram reescrever suas realidades. Sei que não é só de brilho que a nossa carreira vive. Quando subo ao palco, levo comigo várias lutas. Sou negra, da favela, mulher, bissexual… Não quero confusão. Quero que meus fãs se olhem no espelho e falem: “Sou incrível e ninguém vai conseguir me diminuir”.

+Nova cunhada de Anitta revela sonho de conhecer famoso cantor

Também na entrevista, a cantora deu mais detalhes da ajuda que Lud deu em sua carreira: “Aos 18, engravidei da minha filha, Morena. Tive que me afastar do carnaval. No ano passado, Ludmilla, que é minha amiga, me presenteou com a música “Cai de boca”. Foi rápido. Em uma semana, já era sucesso nos bailes, e todo mundo estava cantando. Tive que correr atrás, estudar e me preparar para entrar com tudo na carreira musical”.

+ Anitta revela se ficou ou não com MC Rebecca

Por fim, Mc Rebecca fez um balanço sobre sua carreira: “Isso que estou vivendo hoje é maravilhoso. Atualmente, quando olho para o lado, vejo muitas artistas brasileiras negras, assim como eu, brilhando no funk e no pop. Dá um orgulho… Na minha infância, além das artistas internacionais, sempre venerei Alcione, Elza Soares e Sandra de Sá. O que comemoro é que minha filha e outras garotas terão mais referências da nossa nacionalidade, como Ludmilla, que cumpre muito bem esse papel”.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here