Ingrid Guimarães – Reprodução/Globo

Um verdadeiro sucesso na pele de Silvana Nolasco na novela ‘Bom Sucesso’, Ingrid Guimarães revela os segredos acerca da beleza jovial que possui com seus 47 anos de vida. Ganhando as graças do público, seja nas telinhas ou nos cinemas, em entrevista ao jornal Extra, ela explica.

“Gosto de desmitificar o que se vê na TV, no cinema, nas revistas… Sou uma diva possível, que gosta de brincar disso, mas que não se leva a sério… Durante a minha carreira inteira, brinquei com essa coisa de desglamourizar”, revela a estrela. Guimarães, no entanto, explica que passou por dificuldades que impossibilitaram suas tentativas de posar diante às câmeras durante o período de maternidade da filha, Clara, hoje com 9 anos, fruto do seu casório com o artista plástico Renê Machado.

“Amamentar para mim foi um trampo. Meu peito rachou, empedrou… Um drama. Quando voltei a trabalhar, fui filmar ‘De pernas pro ar’, e me procuraram para me mostrar em forma em revistas. Não quis fazer foto para exibir que já estava bem. Fiz o movimento contrário, porque essa fase da maternidade não é fácil, e muitas mulheres têm dificuldade para emagrecer. É preciso explicar que o corpo não volta rápido para todas as mulheres, que algumas têm dinheiro para fazer tratamentos estéticos e que outras não tem. Me recusei a fazer qualquer matéria que exibisse uma maternidade irreal”, relembra ela, que não esconde o medo da fase da velhice, e têm se virado da forma que pode para manter o físico de uma ‘novinha’.

“Quanto mais velha fico, mais eu me gosto. Descobri minha própria beleza. Não adianta a gente tentar ficar igual a outra mulher. Eu me cuido para caramba, e Silvana, claro, foi um incentivo a mais para eu querer estar ainda melhor. Malho, tenho uma boa alimentação, mas não fiz muitas intervenções, não coloquei silicone, nunca fiz lipoaspiração. Não julgo quem faz, mas, quando estou de férias, quero viajar e ficar com minha filha”, explica. Segundo a atriz, o passar do tempo não impede ninguém de se cuidar e manter sua estrutura física e psicológica nos devidos ajustes.

“Faço tudo o que tenho ao meu alcance para envelhecer bem. Cuido da minha pele, faço tratamentos de rejuvenescimento para ativar o colágeno e estou malhando muito mais, porque sei que com 50 muda muita coisa. A gente tem que se preparar fisicamente e psicologicamente. Até porque, para a mulher, ainda tem a menopausa. Mas ainda estou longe disso”, observa.

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here