Juliana Paiva revela grande dor diante de morte nos bastidores de ‘Salve-se Quem Puder’  – Reprodução/Globo

A dor da perda é definitivamente algo que não se discute. A morte do pai de Juliana Paiva, Gilmar dos Santos, em setembro do ano passado, lhe abalou de uma forma devastadora, e afetou exclusivamente no seu envolvimento inicial nos trabalhos com ‘Salve-se Quem Puder’, nova novela das sete que estreia nesta próxima segunda (27), no qual vive uma das protagonistas.

+ Juliana Paiva quebra o silêncio pela primeira vez meses após morte do pai

Na época, com o falecimento do pai, morto vítima de infarto aos 64 anos, ela estava iniciando os trabalhos para a sucessora de ‘Bom Sucesso’, e precisou encontrar forças para continuar. “Esse foi um furacão na minha vida, mas a gente tem de seguir. Em uma situação extrema como essa, não tem outra opção, a gente segue pelo coração e pela fé”, desabafou, em entrevista ao portal ‘Notícias da TV’.

+ Galã português apontado como affair de Juliana Paiva fala sobre romance e vida no Brasil

Aos 26 anos, a estrela global afirma que precisou afrontar a dor da perda, e tenta fazer de tudo para não lembrar do momento trágico. “A gente tem de ressignificar. Ele continua sendo meu pai onde estiver e mandando as melhores energias”, destaca ela, que avalia o texto da nova novela global como um verdadeiro momento para que o grande público reflita sobre a vida em si em meio aos altos e baixos na qual ela proporciona.

+ Juliana Paiva fala sobre par romântico com suposto affair

“Também acontecem livramentos nas nossas vidas. É exatamente esse fazer pensar que é o grande barato da novela. O grande atrativo do nosso trabalho é poder comunicar. Vamos falar sobre a abertura de novos horizontes”, adianta.

+ Juliana Paiva apresenta novo membro da família: “Veio alegrar nosso lar”



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here