Karina Bacchi (Reprodução/Instagram)
Karina Bacchi (Reprodução/Instagram)

Karina Bacchi esteve na redação da Caras,  na tarde desta quinta-feira (28), onde bateu um papo sobre maternidade e a vida de apresentadora.

Prestesa estrear o reality ‘Melhor Pra Elas’ na RedeTV! e no canal a cabo Fox, ela disse estar super feliz.

É um reality show com quatro mulheres que aborda o empoderamento feminino, a autoestima, o poder de ser dona das próprias escolhas, de escolher o que é melhor para você. São mulheres que passaram dificuldades nos relacionamentos, então a gente dá uma repaginada no psicológico, no visual“, revelou.

Ela segue falando que gosta de influenciar outras pessoas de forma positiva.

Gosto de ser um exemplo para outras pessoas e influenciar de forma positiva, como faço no meu Instagram, na TV. E estamos em uma época em que as mulheres estão se tornando donas de si mesmas, então veio a calhar esse projeto. Eu estou muito feliz”, declarou.

Sobre ser atriz, ela confessa que gostou de fazer, mas que percebeu que não tinha vocação. “Foi uma fase da minha vida. Gostei muito de ter feito, mas eu me permiti seguir meu instinto, minha vontade. Foi uma fase que passou e eu enxerguei que não tinha vocação para ser atriz, apesar de gostar. Então, eu optei por um trabalho diferente, de apresentar, de ser eu mesma”, disse.

Comandando o ‘Super Mãe’ em seu canal no Youtube, ela contou dos quem gostaria de entrevistar: Sheron MenezesIngrid Guimarães e Simone, da dupla com Simaria.

“Eu me inspirei na minha própria curiosidade como mãe. Já existiam mães que eu admirava e tinha vontade de fazer perguntas sobre esse universo. Então eu acabei escolhendo essas mães por isso. São mães que eu tinha curiosidade“.

Perguntada sobre qual foi a entrevista mais especial, a resposta foi rápida: Angélica.

“Por ter sido a primeira a aceitar. Ela abriu o coração. Foi incrível, um papo muito gostoso. Eu não a conhecia pessoalmente e ela abriu a casa para mim, foi super receptiva e simpática. Ela se emocionou, riu, se entregou”, falou.

MATERNIDADE

Claro que não poderia deixar de falar de Enrico seu filho, sua produção independente.

“Eu estava com 39 anos e tive esse problema nas trompas, tive que fazer cirurgia. Foi um susto! Eu estava adiando a maternidade, estava em um relacionamento onde a pessoa não tinha o desejo de ter filhos. “Então eu falei: ‘Preciso acordar para a vida!’. Era um sonho muito grande. Naquele momento decidi terminar a relação, eu achei mais justo. Então eu decidi fazer a produção independente porque eu não queria ter aquela pressa para achar um parceiro, um pai para o meu filho”, disparou.

Veja também:



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here