Eduardo Sacchiero e Hebe Camargo – Reprodução: Instagram

O maquiador Eduardo Sacchiero, que foi um dos grandes confidentes da eterna apresentadora Hebe Camargo, que morreu em 2012, abriu o coração para falar sobre a vida da apresentadora em um livro que lançará no próximo dia 17, em São Paulo.

+ Ex-maquiador de Hebe Camargo e Gugu Liberato conta como a apresentadora salvou sua vida

Ele, em conversa com o portal UOL, falou sobre sua obra, que conta uma Hebe Camargo totalmente diferente da transmitida no longa feito pela TV Globo sobre a apresentadora:

“O filme é mentiroso, aquela Hebe não existe. Ela nunca tomou uísque na vida dela, nunca. Chacrinha nunca foi ao programa dela e, no período em que eu trabalhei com ela, a Globo nunca liberou Roberto Carlos para ir. É um filme que não existe. É diferente do musical, em que eu me emocionava porque consegui vê-la. Não a vi no filme”. disse Eduardo.

“A gente conversava sobre a morte”, revela maquiador de Gugu Liberato

O maquiador revelou que decidiu revelar quem era de verdade Hebe, após não encontrar a apresentadora no filme: “Fiquei dez anos com a Hebe e tenho um segredo que nunca contei para ninguém, poucas pessoas sabem. Depois do filme, que foi uma catástrofe, um filme horroroso, resolvi contar para o Brasil o quanto a Hebe foi um anjo da guarda na minha vida”.

Vale lembrar que, além de Hebe Camargo, Eduardo Sacchiero trabalhou com outros grandes nomes como Gugu Liberato. Em conversa com o jornalista Marcelo Bonfá, o maquiador comentou a sua relação com o apresentador:

+ Ana Maria Braga não segura a emoção ao relembrar doença de Hebe Camargo: “Foi um choque”

“Eu trabalhei 14 anos com o Gugu, eu costumo dizer que eu sou a pessoa mais privilegiada da face da terra. Quando escolhi ser maquiador, nunca imaginei na minha carreira ter nos meus pincéis o Gugu Liberato. Quem me conhece, sabe que eu chamava ele de patrão, mas ele era um amigo. Imagina o que é para mim, perder uma pessoa de uma forma tão assim. Ele era uma pessoa muito simples, por mais do dinheiro, d tudo o que ele conquistou, ele continuou uma pessoa muito simples. Ele adorava ver o meu trabalho, valorizava”. Veja mais!



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here