Pedro Figueiredo/TV Globo
Pedro Figueiredo/TV Globo

É evidente que o temporal que invadiu o Rio de Janeiro está numa situação extremamente preocupante. Desde que foi iniciada, cerca de dez pessoas foram mortas, além de inúmeras tragédias registradas. O repórter da Globo, Pedro Figueiredo, relatou sobre os desafios que passou durante a cobertura, em suas redes sociais.

“Dias como o de ontem e o de hoje são muito tristes. Dez pessoas perderam as vidas com as chuvas no Rio. Outras dezenas perderam tudo o que tinham: móveis, eletrodomésticos, objetos pessoais, roupas. Mas, ao mesmo tempo, são nesses dias que o jornalismo se torna ainda mais forte, mais importante, mais necessário”, iniciou o profissional, na legenda da publicação feita no fim da noite desta terça (9).

Confira o relato do repórter:

Diante da grande cobertura prestada pelo canal carioca, Pedro chegou a trabalhar durante as madrugadas, e na manhã seguinte, apareceu no ar, debaixo de chuva, fazendo cobertura pelos bairros da cidade maravilhosa, principalmente pela zona sul, onde se localiza a Central Globo de Jornalismo, que teve sua portaria tomada pela lama.

Ao fim do post, o repórter agradeceu por todo o apoio e preocupação prestado pelas pessoas. “Queria agradecer todas as mensagens que recebi: de carinho, de preocupação, de consideração. Foi uma cobertura importante e marcante. E tenho orgulho de ter feito parte dela ao lado de tantos colegas queridos e que admiro. Um beijo em todos e todas”, concluiu.

Nos comentários, colegas de trabalho e admiradores parabenizaram o jornalista. “Parabéns, amigo. Jornalismo na veia”, elogiou o repórter Diego Haidar. “Que tristeza meu amigo! Parabéns pelo trabalho! Força para todos vocês”, parabenizou Tom Bueno, repórter do ‘Domingo Show’, da Record. “Parabéns pela cobertura. E pelo seu pé que vai ficar enrugado de água até 2027”, brincou o ator Pedro Nercessian.

Portaria da Globo foi tomada pela lama

Esta última segunda-feira (8), foi apavorante para os moradores do Rio de Janeiro e região. Isso porquê, a cidade foi tomada por uma forte tempestade que destruiu árvores, casas, carros e chegou a matar três pessoas. A apresentadora Ana Paula Araújo, inclusive, chocou ao mostrar o estado que ficou a entrada da Central Globo de Jornalismo, localizada na zona sul da cidade carioca.

Na fotografia, é perceptível ver a portaria tomada por pedras e lama na manhã desta terça (9), em virtude da enchente que assola a cidade. Na legenda, a comandante do ‘Bom Dia Brasil’ se mostrou assustada: “Faz mais de 20 anos que trabalho nesse mesmo endereço. Já cobri inúmeros temporais. Nunca vi esse cenário”, escreveu ela no Instagram… Veja mais!

Confira também:

Profissional que sofreu acidente na Globo está passando dificuldades e detona o canal



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here