Repórter da Globo passa por apuros durante entrada ao vivo / Foto: TV TEM

Uma repórter da Globo passou por um grande apuro durante uma entrada ao vivo no jornal, na tarde desta terça-feira (19).

Durante um passeio de barco para celebrar o aniversário da cidade de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, a jornalista Nilessa Tait, repórter da TV TEM, afiliada da emissora carioca, embarcou com mais cinco pessoas quando de repente o barco começou a afundar lentamente.

“Opa, opa, está tudo certo”, dizia Nilessa, apreensiva. Quando percebeu o que estava ocorrendo, a repórter se levantou assustada e quase caiu na represa. Ela chamou o colega que também fazia a cobertura ao vivo, às margens do rio.

“Eu acho que vocês deveriam vir a nado. De barquinho é muito fácil”, afirmou o outro repórter, que não sabia o que estava acontecendo com a colega no momento. Pouco tempo depois, a embarcação voltou a superfície e a situação se normalizou.

Veja:

Após pedir demissão da Globo, André Azeredo faz agradecimento e uma revelação curiosa sobre a antiga emissora

Jornalista da Globo é vítima de quadrilha: “Sensação terrível”

Jacqueline Brazil/Reprodução Globoplay
Jacqueline Brazil/Reprodução Globoplay

A jornalista e apresentadora da TV Globo, Jacqueline Brazil foi surpreendida por uma quadrilha especializada em crimes de celular. Ela usou as redes sociais para dar a notícia aos seguidores.

Na publicação, Jacqueline Brazil contou que estão pedindo dinheiro em nome dela e a sensação de ser vítima de um golpe. Apesar lamentar o ocorrido ela tranquilizou os admiradores. Saiba mais!

Repórter da Globo é atacada durante reportagem: “Sofri a violência gratuita”

Juliana Sana / Instagram

Uma repórter da Globo passou por um momento de tensão durante a gravação de uma reportagem no centro do Rio de Janeiro.

Nas redes sociais, Juliana Sana, que é repórter do programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’, contou que foi atacada por um homem enquanto entrevistava uma mulher. Através do post ela relatou aos seguidores que ao prestar queixa na delegacia ouviu que “esses ataques são comuns contra mulheres”, e expressou sua revolta. Confira a declaração da repórter!

Veja também: 

Globo proíbe repórteres de fazer selfies e vídeos; entenda



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here