Stênio Garcia/Instagram
Stênio Garcia/Instagram

Uma grande problemática invadiu a vida do ator Stênio Garcia. Aos 87 anos, o ator está lidando com o preço de um grande prejuízo financeiro após adquirir três salas comerciais na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e sofreu uma cobrança indevida de taxas, o que iniciou uma ação na Justiça contra a construtora SPE CHL XCII Incorporações, tido como estopim em meados de 2013.

+ Mulher de Stênio Garcia expõe drama e revela preconceito devido síndrome

Após ter ganhado a causa no ano passado, desde então ele não recebeu o dinheiro, acumulando um prejuízo avaliado em torno de R$ 159 mil. “Perdi tudo o que tinha. O prédio está quase construído. Passo na frente dele todos os dias e vejo os andares em que as salas estariam prontas”, desabafou, em entrevista ao portal Notícias da TV.

+ Famoso lida com grande crise no casamento devido problema na ‘hora H’

A compra das salas comerciais, segundo o veterano, afastado das telinhas desde meados de 2018, quando esteve em ‘Deus Salve o Rei’, havia sido feita com sua reserva financeira e da esposa, Marilene Saade. “Seria um empreendimento que teria até heliponto. Compramos para investir”, conta ele, que garante ter recebido o distrato, o direito de receberem o dinheiro investido de volta e mais R$ 20 mil de danos morais, o que resultou no valor em torno de R$159 mil.

+ Em meio a boatos de crise no casamento, Luisa Sonza se derrete por Whindersson Nunes

“A gente ganhou [na Justiça]. O problema é que a construtora faliu. Só por isso que a gente não vai receber”, explica Marilene, que tem formação em Direito. “É aquela hashtag: aceita que dói menos”, dispara Stênio, que idealizava inicialmente aumentar a renda do casal com as salas comerciais. “Eu contava com isso para poder viajar e desfrutar [a vida]”, afirma, lamentando: “Dói profundamente. Infelizmente, a empreendedora não empreendeu. Tenho de engolir essa revolta e aguentar”.



4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here