Taís Araújo e Walcyr Carrasco – Montagem/Área Vip

O ‘Lady Night’ deu início sua nova temporada nesta última segunda (15), e no episódio que irá ao ar nesta terça (16), Taís Araújo será a grande entrevistada da vez. Durante o bate-papo com Tatá Werneck, a humorista relembrou o início da carreira da estrela global, no qual viveu a protagonista de ‘Xica da Silva’, de 1996, na extinta TV Manchete.

Ao relembrar a obra, ela frisou que o autor foi Walcyr Carrasco. Durante o ‘remember’, ela brincou ao dizer: “Aliás, queria perguntar pra ele por que ele não fala comigo, eu fiz Valdirene [em ‘Amor à Vida’], e nunca mais olhou na minha cara”. Taís também promove desabafo, e dispara: “Ele também nunca mais me chamou pra nada, desde Xica da Silva”.

A esposa do ator Lázaro Ramos afirma que conversa com o autor de ‘A Dona do Pedaço’, mas que nunca mais foi escalada para atuar na novelas do novelista. Vale lembrar que, ‘Xica da Silva’ foi a segunda novela de Taís nas telinhas, e com apenas 17 anos, ela relembra que, na época, sua principal preocupação era ficar nua, o que até hoje lhe incomoda. “Não gosto de fazer cena de nudez, acho uma merda, fica a maior exposição”, confessa.

Taís ainda se manifestou acerca de outro papel que foi difícil de encarnar, desta vez, em ‘Viver a Vida’, de Manoel Carlos. Isso porquê, Taís viveu a protagonista, Helena, e conta que, antes planejado como um grande marco, na verdade lhe trouxe uma experiência traumática e reflexiva diante da enxurrada de críticas que recebeu.

Durante um momento de brincadeira com Tatá, ela falou sobre os tipos de ciladas que toparia ou não fazer nas telinhas, e dentre eles, declarou que aceitaria viver uma avó em ‘Malhação’, mas recusou ser convidada para uma novela bíblica. “Eu não sei nada da Bíblia. É uma vergonha, porque eu fiz catecismo, mas não absorvi”, emenda.

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here