Whindersson Nunes – Reprodução/Globo

Nos últimos meses, Whindersson Nunes causou uma grande preocupação em meio a decisão de se afastar durante um bom tempo das redes sociais após ter revelado o desenvolvimento de depressão. Embora sempre bem-humorado, o artista quase se viu num beco sem saída diante da doença, e contou com ajuda de pessoas que ama para superar, incluindo a esposa, Luisa Sonza.

+ Luisa Sonza fala sobre relação com Whindersson Nunes e entrega: “Ele não sente ciúmes”

Em entrevista concedida ao programa ‘Altas Horas’, na Globo, neste último sábado (16), o humorista concedeu agradecimentos pela internet diante da grande contribuição na construção da sua carreira de sucesso. Ele, que se lançou como youtuber, hoje ganha os cinemas ao estrelar o filme ‘Os Parças 2’, no qual estrela ao lado de Tirullipa e Tom Cavalcante e encontra-se em cartaz.

Embora repleto de tamanha gratidão, o humorista foi questionado por Marília Gabriela, também convidada do programa comandado por Serginho Groismann: “Eu mesma tenho dias de altos e baixos! Foi a rede que te deixou depressivo?”, procurou saber. Whindersson, então, respondeu: “Foi a rede que fez tudo com a minha vida! Tanto que me deu o que tenho hoje, quanto que pode ter me perturbado por muito tempo”, declarou.

Segundo ele, ao ter conhecimento do assunto, tentou não se comparar a outras pessoas que passaram pelo mesmo problema. “Eu absorvia tudo o que tinha de ruim. Às vezes tinham mil comentários bons e um ruim, já me deixava mal”, relembrou o piauiense.

+ Whindersson Nunes revela dificuldades antes da fama

Recentemente, Whin confessou sobre dificuldades antes da fama ao abrir o jogo em sua conta do Instagram, durante interatividade com seus milhares de fãs. Um fã de sua esposa perguntou qual foi a parte mais difícil da carreira dele. Diante da pergunta, ele relembrou das dificuldades que teve pela falta de oportunidades, já que morava em uma região bem pobre do Piauí.

“A parte mais difícil da minha carreira foi eu descobrir que sou capaz de fazer qualquer coisa. E nós temos esse poder. Porque a circunstância que tu vives, dependendo da tua escola, do teu bairro, de como você vive naquela época praticamente determina o que tu vais fazer. Por exemplo, onde eu morava era uma dificuldade muito grande uma peça de teatro. A primeira vez que eu fui em um, eu já tinha tido 16 anos, e aquilo me abriu um leque de possibilidades que eu não tinha pensando. Imagina se eu tivesse tido acesso. Então, quando tu tens acesso às coisas, tu sabes que pode aprender mais e mais”, relembrou ele.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here