Ao atacar Renato pela segunda vez, Sílvia atiça a ira de leoa de Maria Paula. Ela vai até a mansão de Branca, onde a morena de franja se refestela num banho de espuma, e se vinga da arquiinimiga.

E não é um tapinha besta que as mãos frágeis de Maria Paula dão em Sílvia. Ela parte pra cima mesmo, fazendo a ex de Ferraço implorar que pare.

“Pra você aprender a se meter com gente do seu tamanho! Ordinária! Covarde!”, grita Maria Paula.

As duas continuam se engalfinhando. Do banheiro para o quarto, do quarto para a escada, da escada para a sala, onde Branca assiste a tudo, pasma. Andréia Bijou, que também está por ali, pergunta à patroa se deve intervir, mas a loura diz que não. Se Sílvia está apanhando, é porque deve ter aprontado.

Quando Maria Paula percebe que Branca está ali, pára na hora. Pede desculpas, explica o que aconteceu e vai embora. Sílvia, possessa pelos tapas que levou e pela apatia da mãe, que não a defendeu, jura vingança. “Essa coisinha desprezível (Maria Paula), o pentelho do filho dela, o traidor do Ferraço e você também Branca, sua mãe desnaturada! O que é de vocês tá guardado!”, diz a psicopata.

A cena deve ser exibida a partir de segunda-feira, dia 28/04.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here