Pesquisas feitas pela Globo com grupos de telespectadores em São Paulo para detectar motivos de rejeição à nova novela das seis apontaram que o principal problema de “Negócio da China& ... Leia mais:

Pesquisas feitas pela Globo com grupos de telespectadores em São Paulo para detectar motivos de rejeição à nova novela das seis apontaram que o principal problema de “Negócio da China” é o personagem de Fábio Assunção, informou a coluna Outro Canal, da Folha de S.Paulo. O ator não passa por um bom momento também atrás das câmeras – ele atrasa gravações com freqüência e chegou a desmaiar na semana passada.

“Acho que o maior problema foi ter tentado criar um herói comum, coisa que as telespectadoras não aceitam. Aparentemente, não temos como fugir do príncipe idealizado”, disse o autor Miguel Falabella, referindo-se a Heitor, personagem de Assunção, após receber os primeiros informes das pesquisas.

Na sinopse de “Negócio da China”, Heitor é definido como “filho de mãe superprotetora”, “que nunca conseguiu ser um homem independente”, “incapaz” de enfrentar a mãe e a sogra, contrárias ao seu relacionamento com a mulher que ama, Lívia (Grazi Massafera).

Segundo Falabella, as pesquisas indicaram também reprovação à busca do pai biológico por Diego (Thiago Fragoso). As telespectadoras aprovaram as tramas de aventura e comédia. E reclamaram do horário de verão, que as confunde.

Na última semana, após a Globo exibi-la até 35 minutos mais tarde, “Negócio” reagiu bem na Grande SP. Até quinta, tinha 23,4 pontos, 5,4 a mais do que na semana anterior.






Deixe uma resposta