Patrícia se nega a acompanhar Regina durante a fuga. Dila se disfarça e entra na delegacia acompanhada por um homem. Ela arma um escândalo e atrai a atenção dos policiais, que são obrigados a segurá-la. Sete homens entram na delegacia, armados, e rendem todos os policiais. Alguns deles vão em direção a cela de Regina. Emocionada, Patrícia diz que não vai fugir. Antes que Regina vá embora, as duas se abraçam. Na porta da delegacia, Regina fica paralisada e pede que todos esperem. Ela volta para a cela e diz a Patrícia que nunca vai abandoná-la. As duas se abraçam chorando bastante. Exausto, Carlos circula pela cracolândia. Levando uma foto de Welligton, ele pergunta às pessoas se alguém viu o filho adotivo. Rita entra no quarto de Miguel e o observa dormindo. Muito séria, ela estica as mãos em direção ao bebê bem lentamente. Quando está bem próxima, Miguel acorda chorando e Francisco entra no quarto. Ele percebe que o filho está com fome e também precisa trocar as fraldas. O milionário sai para buscar a mamadeira e deixa Miguel sozinho com Rita. Atraída pelo choro, Nelize entra no quarto. Ela é firme e pede que a dançarina desça para ajudar Francisco. Quando fica sozinha, a mãe adotiva de Edmundo e Marcolino diz ao bebê que vai protegê-lo. Raimundo acompanha Juliana em mais uma visita a clínica em que Lucas está internado. Francisco fica sabendo o que aconteceu na delegacia e não entende por que Regina desistiu da fuga. Ao descobrir que seus irmãos foram visitar Patrícia, ele decide ir até a delegacia para repreendê-los. Francisco adentra a sala em que Edmundo e Marcolino conversam com Patrícia. Furioso, ele começa a acusar a filha de Regina e exige que seus irmãos vão embora. Os dois se negam a acompanhá-lo. Irritado, ele sai batendo a porta. Adalberto discute com Rita e a culpa pela morte de Firmina. Ele afirma que é mais esperto do que parece e a dançarina fica com medo. Ela chora, mas Adalberto não se comove. Depois que Adalberto vai embora, ela desfaz o choro e diz a si mesma que o ex-mecânico não deve possuir prova alguma. Falsa, ela começa a chorar novamente e liga para Zizi. Rita afirma que foi acusada injustamente pelo próprio pai. Depois de uma conversa rápida, ela desliga o telefone. Irritada, Zizi diz a Guilherme que essa foi a gota d’água. Raimundo e Juliana visitam Lucas novamente. Perturbado, ele afirma que precisa sair para capturar Carlos e Regina. Lucas se descontrola e Juliana acaba deixando seu celular cair em cima da cama. Raimundo ajuda a contê-lo e decide ir embora com a jovem.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here