Ana Paula Padrão – Reprodução/Band

Em meio a tentativa de promover uma renovação na sua programação para o ano que vem, a Band atualmente sofre com dois conflitos internos no alto escalão: disputa de poder e a contenção de dívidas com fornecedores e patrocinadores. A situação parece não estar, definitivamente, boa para nenhuma emissora.

+ BandNews vive prejuízo após desfalques promovidos pela CNN Brasil

Inclusive, um dos maiores obstáculos do canal da família Saad é certamente uma dívida cumulada com a Globo. Embora nunca divulgado, o valor é avaliado em dezenas de milhões de reais, decorrentes da parceria de sucesso de anos e décadas passadas, como futebol, demais categorias do esporte e outros eventos transmitidos.

+ Após acusação de assédio contra Datena, ex-repórter da Band promove reviravolta no caso

Ao longo dos últimos anos, por exemplo, era notável a parceria entre os dois canais, visto que a emissora líder detém os direitos de transmissão de campeonatos como a Copa do Mundo, o Brasileiro, o Paulista, Olimpíadas e as ofertava para a Band, que exibia os jogos e eventos. No entanto, conforme revela o colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, a remuneração da rede deveria ser feita à Platinada, porém devido o surgimento de novas dívidas, a rede acabou por adiar o pagamento da dívida com.

+ Ex-BBB se forma em jornalismo e consegue espaço em programa da Band

Neste último mês de outubro, por exemplo, João Roberto Marinho esteve na sede da Band, no Morumbi, e ao que parece, a solução para as dívidas foram um dos assuntos tratados. Tudo indica que a Globo não tem interesse algum em executá-las, e é especulado até mesmo um novo acordo esportivo entre as duas para os próximos anos.

+ Globo escala sertanejos para programação de fim de ano; saiba mais

A regalia consiste num vasto contrato acumulado pela Globo, que possui vínculo na exibição de campeonatos de ligas esportivas e campeonatos, além de outros eventos que possui uma certa quantidade de eventos, certamente impossíveis de exibi-los todos na TV aberta. A Band entraria nesse caso e servir de aliada da emissora nesse sentido. Até agora, então, o assunto é tratado como sigiloso.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here