Logo Record e Globo – Reprodução

Sempre de olho na concorrência, a Record nunca deixa nada passar batido, ainda mais quando se trata de algo relacionado a Globo. Nada de amigas, nem muito menos parceiras, mas antigas rivais. Desde o início desta semana, o canal carioca provocou uma mudança que não foi percebida pelos telespectadores, mas que para o mercado comercial é de tamanho significado.

Isso porquê, o canal passou a veicular comerciais entre 10 e 15 segundos de duração, e, tido como inovação, a notícia foi alvo de deboche entre executivos da emissora de Edir Macedo, de acordo com informações do jornalista Daniel Castro. O vice-presidente comercial, Walter Zagari, provocou:“A Record faz isso há dez anos. Que inovação é essa?”, questionou o profissional.

O formato, que antes era veiculado apenas de forma exclusiva durante a exibição de partidas de futebol, passou a ser rodada desde esta última segunda (13), em todas as afiliadas da rede da família Marinho. As emissoras, no entanto, já haviam adotado a tática há muitos anos atrás. “A Record já trabalha com anúncios de 5 segundos. Se tiver agência que fizer comercial de 1 segundo, eu ponho no ar”, garante Zagari.

Inovações ou novidades à parte, a Globo se submeteu a esse novo formato comercial visando reverter a queda nas receitas com publicidade, visto que teve um grande prejuízo em torno de quase R$ 1 bilhão. O excesso de gastos, inclusive, foi motivo para a emissora reduzir salários de grandes estrelas da casa, como o narrador Galvão Bueno e a atriz consagrada Fernanda Montenegro, por exemplo.

Globo reduz salários de estrelas

Globo Logo/Reprodução
Globo Logo/Reprodução

Nos últimos 5 anos, a Globo viu o seu faturamento cair cerca de 15%, ano passado, por exemplo, o prejuízo operacional que a emissora teve foi de meio bilhão de reais. Com isso, a emissora passou a adotar uma política salarial mais dura.

De acordo com o Notícias da TV, desde o segundo semestre do ano passado, apresentadores, locutores e atores do primeiro time estão sendo chamados para renovarem os contratos com o canal, mas, com os salários menores. Entre eles, Otaviano Costa, que não aceitou e acabou não tendo o seu contrato renovado com a emissora.

Ainda segundo informações, atualmente são poucos os artistas que recebem mais de R$ 100 mil. De acordo com o Notícias da TV, Galvão, que já chegou a receber cerca de R$ 1 milhão mensais, atualmente recebe metade disso, em torno de R$ 500 mil. Saiba mais!

Veja também:

Globo confirma ex-‘CQC’ como substituto de Ivan Moré no ‘Globo Esporte’ SP



4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here