Léo Pain e Michel Teló (Globo/Raquel Cunha)
Léo Pain e Michel Teló (Globo/Raquel Cunha)

Com um sorriso que ia de orelha a orelha, o gaúcho de Alegrete, Léo Pain, foi o grande campeão da sétima edição do ‘The Voice Brasil’, na noite desta quinta-feira, dia 27.

É a realização de um sonho porque são 18 anos de carreira. A emoção é muito grande, os nervos estão a flor da pele, é um sonho realizado. Não tenho palavras para agradecer, a palavra certa é “gratidão”, ao público que me elegeu como campeão do ‘The Voice Brasil’. Muito obrigado de verdade. Daqui para frente é colocar um hit na cabeça da galera e seguir a carreira”, comemorou o campeão.

A vitória com 51,01% dos votos também significou o título de tetracampeão ao técnico do candidato, Michel Teló, que acumula o maior número de vitórias no reality musical. “Eu senti que ele ia mais longe desde as ‘Audições às Cegas’, desde que ele cantou “Dormi na Praça”, inclusive eu falei pra ele: Cara, tô sentindo que esse ano vou ganhar com um sertanejo. Ele nem tinha me escolhido ainda, mas foi uma boa frase, já acreditei nele”, elogiou.

Léo chegou ao ‘The Voice’ conquistando os ouvidos do cantor sertanejo, que prontamente virou a cadeira, mas teve que disputar o participante com Ivete e Brown. Cantando “Dormi Na Praça” nas ‘Audições às Cegas’, música com a qual celebrou a vitória no programa, Léo também fez a plateia aplaudir de pé a sua apresentação. Já na fase de ‘Batalhas’, dividiu com a dupla Marcio & Douglas a música “Você Mudou”. Ao longo de sua trajetória, o cantor honrou seu estilo musical preferido e foi sempre salvo pelo público, mas também mostrou versatilidade ao cantar “La Barca”. Seu caminho com a música, no entanto, já vem de longa data. Léo começou aos 12 anos e já conquistou mais de 40 prêmios como intérprete de canções nativistas.

Ivete Sangalo faz brincadeira com Michel Teló no The Voice Brasil

Com a palavra, o vencedor da sétima temporada do ‘The Voice Brasil’

Qual o principal aprendizado ao participar do The Voice? 

A experiência é única. É como eu sempre digo: o ‘The Voice Brasil’ é a maior competição vocal do país. Tudo foi maravilhoso. E a parte mais tensa são as Batalhas. A minha batalha com o Marcio Douglas marcou muito o meu coração, porque a gente subiu ao palco sabendo que não tinha botão “Peguei” e, mesmo assim, demos as mãos e dissemos que faríamos um grande show. 

Qual foi a parte mais emocionante do programa?

A parte mais emocionante foi cantar “La Barca”, porque foi uma música muito diferente, eu estava me cobrando bastante cantar alguma coisa fora do meu estilo no programa, e foi um achado. Eu estava no banho, escutei “La Barca”, porque eu gosto muito do Luis Miguel e gritei para a minha esposa que eu cantaria essa música. E deu certo. Mas a maior emoção mesmo, de verdade, foi o momento que o Michel Teló meu deu os 20 pontos na semifinal.

De todas as suas apresentações, de qual você gostou mais?

Gostei de todas as apresentações, mas eu tenho um senso muito crítico comigo mesmo. Acho que a melhor apresentação, no geral, foi “La Barca”, porque foi um desafio grande para mim e cantar em uma língua estrangeira também foi um desafio para mim, que só canto em português.

Como eram os bastidores do programa e a interação com os demais participantes?

Já estou com saudades e com o coração apertado por não voltar aqui na semana que vem. A gente se apega mesmo e vira uma grande família. E acho que essa é a maior coroação de todas. O que fica, para além do prêmio, são as amizades, porque isso a gente leva para a vida toda.

Ivete Sangalo quase infarta no The Voice Brasil

O grand finale

Mas antes do público conhecer o grande campeão da temporada, a última noite de música foi recheada de performances do mais alto nível. Além das vozes de candidatos e técnicos, o público pode apreciar o talento de artistas como Rael, Banda Melim, Ruxell e Serginho Santos. Abrindo os trabalhos no palco da finalíssima, Erica Natuza, representante do Time BROWN, deu voz a “Anunciação”, de Alceu Valença. Em seguida, Isa Guerra, do Time LULU cantou ““My Life Is Going On”, de Cecilia Krull. O próximo a se apresentar foi o candidato do Time IVETE, Kevin Ndjana, cuja escolha foi um clássico de James Brown “I Got You (I Feel Good)”. “Adoro Amar Você” foi a escolha de Léo Pain e de seu técnico Michel Teló. 

Ivete Sangalo e Banda Melim deram voz à música “Um Sinal”, que gravaram em parceria. Em seguida, Erica Natuza interpretou o hit “How Deep Is Your Love” e abriu o palco para o técnico vencedor, que pegou sanfona e cantou um pout pourri de “A Brasileira”, “A Festa”, “A Namorada”, “Tempos Modernos”. Isa Guerra subiu ao palco logo depois e cantou “O Ceu já Escolheu”, de sua própria autoria. Lulu Santos colocou o público para dançar com sua nova canção “Hoje Em Dia” e aqueceu o palco para mais uma apresentação de Kevin Ndjana, que cantou “Ainda Bem”. Depois foi a vez de Léo Pain voltar ao palco com “Outra Vez”. Em seguida, Brown recebeu Rael no palco do ‘The Voice’ para cantarem “Toda Paz” e antes do anúncio da voz desta edição, ex-voices de temporadas passada cantaram juntos “This is me”. Após ser anunciado o grande vencedor, Leo Pais voltou a cantar a música que o colocou no reality: “Dormi na Praça”, canção escolhida para sua ‘Audição a Cega’.
O ‘The Voice Brasil’ vai ao ar às terças e quintas após ‘Segundo Sol’, tem direção artística e geral de Creso Eduardo Macedo e apresentação de Tiago Leifert com Mariana Rios.

Veja também:

Priscila Tossan deixa o ‘The Voice Brasil’ e público se revolta



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here