BBB19 - Elana (Globo/Victor Pollak)
BBB19 – Elana (Globo/Victor Pollak)

Mil e uma sensações em 71 dias. É assim que Elana descreve o tempo que passou no ‘BBB 19’. “Foi magnífico. Eu jamais imaginaria passar por tudo isso em tão pouco tempo”, conta a piauiense, que deixou o jogo na última terça-feira, dia 26, com 51,09% dos votos.

Ela disputava a permanência na casa com Carolina e Paula, a mesma dupla que eliminou Danrley, seu grande parceiro no game. “Esta mesma formação me deixou com bastante medo. Enfrentei duas mulheres que considero muito fortes e que já tinham voltado de dois paredões. Eu imaginava que Carol e Paula já tivessem torcidas formadas e que iriam fazer de tudo para mantê-las no jogo. Foram duas torcidas contra a minha, e ainda a torcida da Hari, porque elas são realmente muito unidas”, analisa Elana, que disse que já sentia que seria a nona eliminada do ‘Big Brother Brasil’. “Joguei limpo, confiei em mim e fui eu mesma. Acho que quando você não está sendo fingida nem forçada, está jogando bem. Estou muito orgulhosa e agradecida por todos que me apoiaram. Eu não tinha ideia da dimensão disso, estar na maior votação de todos os tempos. Não saí me sentindo rejeitada e isso é maravilhoso”, contou a engenheira agrônoma na manhã desta quarta-feira, dia 27.

Entrevista Elana – Nona eliminada do ‘BBB 19’

Você passou 71 dias na casa do ‘BBB 19’. Como foi este tempo?
Magnífico! Foi uma experiência única e indescritível. Foram 1001 sensações que eu jamais imaginaria sentir em tão pouco tempo. As emoções das provas, de formar um paredão. Para mim tudo foi maravilhoso.

Sai uma Elana diferente da que entrou?
Com certeza. Eu adquiri muita experiência. O ‘BBB’, para mim, foi uma terapia, porque me ensinou a ser cada vez mais forte. Eu já me considerava uma mulher forte, confiante, e o programa deixou isso ainda mais evidente dentro de mim. Estou orgulhosa. 

Na semana passada, em uma formação de paredão também com Paula e Carolina, o Danrley, que foi um grande companheiro seu no jogo, saiu. Esta semana, enfrentá-las nesta mesma formação te preocupou?
Esta mesma formação me deixou com bastante medo. Enfrentei duas mulheres que eu considero muito fortes também, e que já tinham voltado de dois paredões. Eu imaginava que elas já tinham torcidas fortes formadas e que iriam fazer de tudo para mantê-las lá dentro. Eram duas torcidas contra a minha, e ainda a torcida da Hari, porque elas são realmente muito unidas. Eu imaginava mesmo que essas torcidas estariam contra mim.

Sair, então, não te surpreendeu?
Não vou mentir, eu sentia que ia sair. Mas tenho certeza de que o melhor já está preparado para mim. Joguei limpo. Estou muito orgulhosa e agradecida por todos que me apoiaram. Eu não tinha ideia da dimensão disso, estar na maior votação de todos os tempos. Não saí me sentindo rejeitada e isso é maravilhoso. 

E por que você acha que saiu?
Pensei pouco sobre isso ainda. Eliminei três pessoas quando fui líder e, querendo ou não, essas pessoas que indiquei e saíram, lógico que vão votar contra mim. Acho que foram várias torcidas de participantes diferentes que se uniram para proteger Paula e Carol e me tirar da casa. 

Você acha que jogou bem? 
Acho que joguei bem, sim. Confiei em mim e fui eu mesma. Acho que a partir do momento que você não está sendo fingida nem forçada, acredito que isso seja jogar limpo e jogar bem.

E qual era a sua estratégia para ganhar?
Eu desenvolvia as estratégias com o decorrer do jogo. Quando veio a liderança, abriu muito a minha visão. Minha estratégia era, com certeza, tentar manter ao máximo as pessoas que eram próximas a mim e que eu saberia que não votariam em mim tão cedo. 

Você teve alguns embates com a Isabella, por que aconteciam?
Quando eu converso com uma pessoa, o olhar significa muita coisa, passa bastante confiança. E ela não me passava essa confiança. Não é nada pessoal, desejo todo o sucesso do mundo para ela, a considero maravilhosa. Mas, da mesma forma que isso aconteceu de uma forma muito natural com as outras pessoas, eu e ela achamos que entre a gente também teria que fluir naturalmente. Conversamos sobre isso.

O que fez você querer entrar no BBB?
A possibilidade de mudar a vida dos meus pais para melhor. Eles são tudo na minha vida. Se estou aqui hoje, e tudo o que tenho, eu e meu irmão, veio a partir deles. Eles não tiveram tantas oportunidades e acho que agora eu tenho uma chance de retribuir. Dar uma vida com um pouco de conforto para eles é meu foco principal.

Dentro da casa, o que mais te surpreendeu?
O cuidado e a atenção com a gente. Nunca imaginei a dimensão de tudo ali.

Você tinha um lugar preferido lá?
Gostava muito da cozinha e me apaixonei pela minha cama.

E nas festas? O público via você se divertindo, era sempre uma das que mais dançava. Conseguiu mesmo aproveitar como parecia?
Se alguém me chamasse para falar durante a festa sobre o jogo… pelo amor de Deus! Eu queria curtir ao máximo as festas. Era o momento de descarregar, desestressar. Amo dançar, é como uma terapia para mim. Nas festas eu era 100% eu, não precisava de mais nada nem ninguém além da música. 

Era um momento que você se divertia muito com o Danrley também…
Nem fale… Ele é meu parceirão, um irmãozão. Foi meu grande companheiro dentro da casa.

Nesse período, o que você mais gostou de fazer lá?
Dançar, ir na piscina e rolar na grama com o Danrley. Era maravilhoso.

Qual vai ser o momento inesquecível do ‘BBB 19’ para você?
Quando eu ganhei a primeira liderança, de resistência. Na primeira prova de resistência eu vacilei, né? A partir do momento que eu pude dar o máximo de mim e ganhei, aquilo me marcou demais. E tem mais um: ver a minha mãe entrando na casa. Aquilo era o sonho dela, minha mãe é viciada no ‘Big Brother’. Foi muito marcante ver a imagem dela.

Já consegue fazer uma análise da sua participação?
Fui uma menina mulher guerreira, forte e, acredito, representei bem meu estado, a minha região toda. Fui a Elana como eu sempre quis, sem pensar em nada. Por exemplo, não pensava na forma de me vestir. Eu nunca tinha nem postado foto de biquíni, por conta do meu trabalho. E lá eu não me importava com nada disso. 

Você faria algo diferente no jogo?
Juro que não. Nada mesmo. 

Agora, aqui fora, quais são seus planos?
Tanta coisa… Não esperava sair e ter um milhão se seguidores na rede social. Quero aproveitar muito esse momento de forma positiva e trabalhar muito. Se não for na minha profissão, que seja em algo ainda melhor. Porque eu quero realizar o meu maior sonho, que é dar uma vida de conforto para a minha família.

E tem algum sonho profissional?
Sempre tive vontade de ser atriz. Só não sei ainda se tenho talento para isso (risos). Fiquei ainda mais encantada com essa profissão quando vi a apresentação de teatro na casa, foi a primeira vez que assisti algo assim. 

Você disse também que nunca tinha ido ao cinema…
Nunca, nunca. O ‘BBB’ me trouxe coisas que, acho que do jeito que eu estava vivendo, tão cedo eu não iria proporcionar para mim mesma, pela questão financeira. O ‘BBB’ me deu muita coisa boa.

Quem você considera o jogador mais forte?
A Gabi. Eu a considero uma jogadora muito sensata, que pensa antes de falar, que não age por impulso.

E vai torcer por quem lá dentro?
Gosto muito da Hari. Muito mesmo. Mas torço para a Rízia vencer, gosto muito dela também.

O ‘BBB19‘ tem direção-geral de Rodrigo Dourado e apresentação de Tiago Leifert. O programa vai ao ar de segunda a sábado logo após ‘O Sétimo Guardião’, exceto às quartas, quando passa depois do Futebol. Aos domingos, o programa é exibido após o ‘Fantástico’.

Veja também:

Paredão entre Carolina, Elana e Paula no ‘BBB19’ bate recorde mundial



26 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here