Robert, Lucca e Fernanda Machado – Reprodução: Instagram

A atriz Fernanda Machado está com planos de aumentar a sua família e quer dar um irmãozinho para o seu único herdeiro, o Lucca. Vale lembrar que a artista está com 39 anos e sofreu um aborto espontâneo há seis meses.

+ Emocionante! Fernanda Machado relata perda do filho: “Despedida inesperada e dolorosa”

Casada com o norte-americano Robert Riskin e radicada nos Estados Unidos desde 2011, a artista conversou com o portal Quem e revelou que recorreu a um tratamento por causa da demora para engravidar.

“Já marquei uma consulta com um médico de fertilidade. Até então só tratava a endometriose. Estava lendo que na minha idade, depois de seis meses tentando, já é legal encontrar um especialista. Então a gente vai tentar logo. Não precisa ser fertilização de cara porque sei que tem outras opções primeiro”, contou Fernanda.

A atriz contou que também está tentando outros meios para engravidar: “Sempre engravidei muito rápido. A gente também viveu muito estresse em casa. Teve reforma de um ano e meio e fiquei muito estressada em cuidar da construção de uma casa. São 12 horas por dia que não parava nem para almoçar. Herdei muita coisa da minha sogra, após o desastre. Foi bem difícil”, relembrou ela, falando sobre o desabamento de terra na Califórnia que atingiu a casa de sua sogra, Rebecca Riskins, causando a morte da mesma.

“Acho que estou aqui com uma missão de cuidar dessa família dela também. Não é à toa que a vida me trouxe para cá”, afirmou ela. “Não estou tão preocupada com a estética. Estou focada mesmo na questão mental, espiritual”. Fernanda se tornou professora de ioga.

+ Fernanda Machado revela que pretende aumentar a família

A atriz também falou um pouco sobre sua adaptação e a do seu filho na Califórnia: “Você pega um pouco da cultura deles também. Mas acho que fui bem maleável,  gosto de me adaptar. Quando fui morar no Rio de Janeiro tive que me adaptar também. Tem sempre um ano de adaptação. Essa coisa de que os americanos sempre fazem tudo sozinhos, não tem muita ajuda em casa, meio que já tinha um pouco disso, isso facilitou um pouco a minha vida aqui. Cuido da casa, cuido do Lucca. No Brasil se consegue ter um pouco de ajuda. A adaptação mesmo foi da língua. No começo, por mais que fale inglês, se apanha um pouco né. Acaba que você tem filho aqui, aprende uma coisa, vai construir uma casa, aprende mais coisa… Vai pegando o jeitinho.”

+ Após aborto, Fernanda Machado revela como está superando a perda do bebê



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here