Antonio Calloni e filho – Reprodução/Instagram

Após ter dado vida a um médico criminoso na série ‘Assédio’, Antonio Calloni voltou com tudo na pele do protagonista da recém-estreada novela das seis, ‘Éramos Seis’, em cartaz desde esta última segunda (30). Encarnando o personagem na quinta versão do clássico folhetim, o seu papel é um homem rígido e ignorante.

Em entrevista concedida ao portal de entretenimento Gshow, Antonio faz uma análise sobre a relação do papel com os filhos na novela: “Ele os ama, mas tem dificuldade de transmitir o sentimento. É severo, deixa de castigo, mas é porque ele quer que sejam grandes homens”, diz Calloni.

+ Antonio Calloni entrega motivo de magreza

Pai de filho único, Pedro Antonio, de 25 anos, fruto do seu relacionamento com a atual esposa, Ilse Rodrigues, ele fez comparação sobre o personagem, alegando que em comum, só possui os cuidados. “A preocupação com meu filho e minha mulher [Ilse Rodrigues] são iguais, mas não sou rígido como o Júlio. Me considero muito companheiro e não deixo de dizer que o amo. Isso me difere do personagem, graças a Deus!”, explica.

+ Érico Brás se manifesta sobre críticas após ser alvo de piada pelo ‘Se Joga’

Questionado sobre sua criação, Calloni lembra que seus pais eram da mesma forma, mas nada que venha a ser traumático. “Eles foram rígidos, mas não radicais. Nada do que fizeram me deixou marca ou complexo. Pelo contrário, sempre foram muito amorosos e generosos comigo. Não posso me queixar”, relembra.

+ SBT decreta cancelamento de novo programa noturno um dia após estreia

Próximo de quase quatro décadas de carreira, o veterano de 58 anos acredita que embora tenha dado vida a inúmeros personagens memoráveis, entre vilões e mocinhos, nunca se sentiu tão desafiado quanto este. “É um personagem interessante e complexo. Ele não é mau nem bom. É um homem comum, o que faz ser mais difícil e estimulante para interpretar”, salienta.

Embora já tenha passado dos cinquentão, Calloni já faz a contagem regressiva para a chegada dos 60, e comemora pelo feito: “Honestamente, me sinto muito bem com corpinho, cabeça e saúde de 60. Não quero me sentir com 30 ou 25. Estou com 58. Quero ter a idade que tenho sendo saudável e feliz, acima de tudo”, completa.



4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here