Carolina Dallarosa – Reprodução: Instagram

A atriz Caroline Dallarosa, Anjinha em ‘Malhação’, vive uma história para lá de conturbada, na trama, com o seu pai, o Major da Polícia Militar Marco Rodrigo, interpretado por Julio Machado.

+ Ator de Malhação, Pedro Alves fala sobre sua sexualidade

Apesar de ser o seu primeiro trabalho na televisão, ela já é bastante familiarizada com o tempo. É que a atriz de ‘Malhação’ Caroline Dallarosa tinha um pai que era polícial, o Paulo Marcos. Infelizmente, ele morreu no início de 2018, um pouco antes da atriz iniciar as preparações para a novela.

Em conversa com o jornal carioca Extra, a atriz relembrou: “Meu pai morreu em janeiro, e eu comecei a fazer a preparação em agosto. Foi um trauma muito grande. Eu não sabia qual personagem seria. Fiz o teste e, no fim, disseram que eu era Anjinha, a filha de um policial”, iniciou.

+ Bissexual assumido, ator global protagonista de ‘Malhação’ abre o jogo sobre viver personagem gay

Também na entrevista, ela falou sobre a relação profissional com Julio Macahado: “Ele tem um jeito muito parecido com o do meu pai. Muito perfeccionista. Quando bati o olho, eu comecei a chorar, e ele também se emocionou. Júlio não tem filhos, e a gente acabou criando uma relação muito bonita. Acabei transferindo esse sentimento de situações que eu queria estar vivendo com meu pai para a tela. Em muitas cenas, fico emocionada, mas me seguro. Uma perda é sempre triste, mas a gente tem que aprender a lidar. Uma vez me falaram que temos que transformar a dor em arte. Foi realmente um choque (descobrir que seria Anjinha), mas está sendo incrível (interpretá-la).

+ “Sofri muito bullying”, relembra ator de ‘Malhação’ sobre a adolescência

Por fim, a famosa comentou o nervosismo para a sua primeira atuação na novela: “Como é meu primeiro trabalho, quero agradar a todo mundo, mas não é assim que funciona. Eu aprendi a lidar de forma construtiva. Toda crítica, seja ela boa ou ruim, eu acabo absorvendo. Acho que a gente cresce e aprende. Penso: “Se não gostar, beleza, mas me ajuda aí. Não gostou por quê? Vamos conversar!”.c



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here