Alfonso Herrera - Madonna - Dua Lipa/Instagram
Alfonso Herrera – Madonna – Dua Lipa/Instagram

Não foi só Madonna que aderiu o movimento “EleNão”, movimento contra o candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

Outras celebridades estrangeiras também estão se posicionando nas redes sociais contra o candidato. E não é sem conhecimento de causa não. Alguns deles já tiveram a oportunidade de conversar com Bolsonaro e tem traçado um perfil dele. De acordo com o “UOL”, Ellen Page, Stephen Fry, Dan Reynolds, Alfonso Herrera e a banda americana Black Eyed Peas são alguns artistas que já manifestaram apoio à causa, que conta com várias celebridades brasileiras.

Eduardo Costa recebe a visita do filho de Bolsonaro

Ellen Page, atriz e produtora canadense e mais conhecida no Brasil por trabalhos como “Juno” e “A Origem”, é uma que aderiu o movimento. Ela já entrevistou Bolsonaro para o documentário “Gaycation”. Para ela, o candidato prolifera um tipo de atitude inaceitável. “Ele é perigoso, homofóbico, racista e misógino”, escreveu a atriz nas redes sociais.

Em entrevista ao “UOL”, o escritor e comediante britânico Stephen Fry, disse que o deputado é populista, tem intelecto insignificante, coração de pedra e não representa de fato o Brasil. Fry entrevistou Bolsonaro em 2013, quando filmava o documentário “Out There”, que tratava o avanço da homofobia no mundo.

O líder da banda americana Imagine Dragons, Dan Reynolda, apareceu com a camiseta do movimento “EleNão” nos bastidores do festival iHeartRadio, em Las Vegas. No Twitter, ele escreveu: “Isso não representa o Brasil que eu conheço e amo”. O músico esteve no país em março e se apresentou no Lollapalooza Brasil.

Antonia Fontenelle alfineta Anitta após cantora aderir à campanha contra Bolsonaro

Alfonso Herrera, conhecido pela série Sense8 e a novela mexicana RBD, criticou o candidato e já compartilhou a hashtag “EleNão”. Para a revista britânica The Economist ele classificou o brasileiro como uma “ameaça para a America Latina”.

View this post on Instagram

https://econ.st/2NtpyXS

A post shared by Alfonso Herrera (@ponchohd) on

Os integrantes do Black Eyed Peas, grupo de sucesso nos anos 2000, também vem se posicionando na campanha internacional contra Bolsonaro. “Brasil, estamos com vocês nessa luta! Muito amor, diversidade e respeito! Ele Não”, escreveu a banda nas redes sociais.

A cantora inglesa Dua Lipa, se posicionou repostando um tuíte de Peter Meiszner, editor de uma publicação de arquitetura e urbanismo de Vancouver, que compara Bolsonaro a Donald Trump. “Ele disse que preferia que seu filho morresse a ser gay. E, na frente das câmeras, ele falou a uma congressista que ele não a estupraria porque ela é feia’. Brasil flerta com um retorno aos dias sombrios.”

Marilia Mendonça se desculpa por vídeo contra Bolsonaro e pede paz

Veja também:

Alexandre Nero detona Madonna e chama cantora de ‘vagabunda’



5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here