Fátima Bernardes
Fátima Bernardes – Reprodução TV Globo

Desde que foi lançada, a música “Verdinha”, da cantora Ludmilla, vem causando polêmica. Desta vez sobrou até para Fátima Bernardes. É que a apresentadora convidou a dona da música para participar do Encontro na Globo. Na ocasião, Ludmilla apresentou o hit polêmico durante a atração.

Agora, o deputado e pastor Otoni de Paula (PSC-RJ) protocolou, nessa segunda-feira (6) uma notícia-crime na Polícia Federal contra a apresentadora da Globo Fátima Bernardes. O motivo é uma suposta apologia às drogas. De acordo com o parlamentar, a apresentadora fez apologia ao cultivo, uso e venda de maconha durante o programa. Isso porque, no dia 23 de dezembro, ela recebeu Ludmilla, que cantou a tal  música “Verdinha”.

+ Ludmilla ironiza críticas a música ‘Verdinha’: “Divulgação de graça”

O documento pede a Polícia Federal  para apurar se a atração apresentada por Fátima Bernardes “cometeu ato de apologia ao cultivo, uso e venda da maconha” ao exibir a música. O deputado também ressaltou o  fato do programa ser exibido em horário matutino, “deduz-se que, dentre os telespectadores, estejam considerável número de menores”.

As representações foram endereçadas ao diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, e ao procurador-geral da República, Augusto Aras. Até o momento, nem a emissora, nem a apresentadora se manifestaram sobre o assunto.

Em dezembro, o  deputado federal Cabo Junior Amaral (PSL-MG) já havia apresentado uma moção de repúdio na Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados e uma notícia-crime na Polícia Federal contra a cantora Ludmilla. Segundo o parlamentar, a artista faz apologia às drogas no clipe de sua nova música, Verdinha, onde a cantora usaria uma plantação de alface como metáfora para falar de maconha.

+ Ludmilla volta a debochar de críticas a música ‘Verdinha’: “Mundo evoluiu”

Ludmilla, na ocasião, rebateu  as acusações: “Milhões de brasileiros, desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominante, poluição a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface”, escreveu em seu perfil no Twitter. Mais tarde, ela ainda ironizou o caso em seu Instagram: “Vou resolver o problema. Não vou mais plantar alface, não. Vou plantar mandioca para eles sentarem…opa, colherem”, escreveu.



7 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here