Lilia Cabral – Reprodução: TV Globo

A atriz da TV Globo, Lilia Cabral foi a convidada do programa de Gilberto Gil no Canal Brasil, ‘Amigos, Sons e Palavras’. Durante o bate-papo com o cantor, a ‘veterana’ falou sobre um dos momentos mais difíceis de sua vida: quando enfrentou a síndrome do pânico.

Lilia Cabral relembra que desenvolveu a doença por conta da morte de sua mãe, no ano de 1987: “Quando minha mãe faleceu, o que aconteceu? Eu tive síndrome do pânico. Mas naquela época não se sabia detectar. Era uma angústia que vinha muito forte. O coração bate, bate, bate. E depois que você tem, fica para sempre. Não tenho agora, mas sei a sensação”

Ela lembra dos sintomas e de como não sabia lidar com a doença: “Quando ela se foi, era como se eu dissesse assim: ‘E agora? O que faço com este sentimento todo?’. Aí veio a taquicardia, o pensamento, a angústia, a necessidade de botar para fora, mas, ao mesmo tempo, para quem? Por quê?”, relembrou.

Ainda na conversa, ela lembrou de sua infância e revelou que virou atriz ‘para não morrer’: “Vim de uma família de imigrantes e era a caçula. Era de uma família repressora. Existia o lado severo da educação. Por sorte ou porque meus anjos da guarda estavam lá, fui ´parar em uma escola expermental. Era uma escola pública, mas construtista. Ali, eu via horizonte, sentia prazer de viver. Coisa que eu nã tinha em casa. Eu tinha duas opções: morria ou era atriz”

Emoção

Lilia Cabral viveu momentos de muita emoção no início do ano. O motivo? A atriz gravou pela primeira vez ao lado da filha, Giulia Figueiredo, de 22 anos.

Elas dividiram a cena em um momento da personagem… Veja!

‘Meu pai me culpou’, diz Lilia Cabral sobre morte da mãe

Lilia Cabral revelou que teve que enfrentar o pai para realizar o desejo de ser atriz. Em 2017, durante entrevista à coluna de Mônica Bérgamo do jornal Folha de S.Paulo, Lilia contou que o pai não queria que ela seguisse a profissão e a proibiu de voltar para casa quando ela decidiu, aos 26 anos, se mudar de SP para o Rio para perseguir a carreira.

“Quando eu voltei [a São Paulo], meu pai falou: “Olha, você quer morar no Rio, quer fazer sua vida, quer ser atriz. Então, eu não quero mais que você entre na minha casa”. E eu nunca mais entrei.” Leia mais!

Veja também:

Lilia Cabral completa 62 anos e faz desabafo: “Medo”



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here