Reprodução/Instagram

O funkeiro Guilherme Kaue Castanheira Alves, ou Mc Gui, de 19 anos, e seus familiares estão sendo investigados pela 3ª Delegacia da Polinter de São Paulo por crimes como lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e agressão.

Nesta quarta-feira, 07, policiais cumpriram mandado de busca na produtora da família, a RW, responsável por representar a carreira do músico. No local foram encontrados diversos pinos com cocaína, além de um automóvel de luxo, uma Mercedes Benz avaliada em R$ 800 mil.

Em entrevista ao portal Quem, o delegado Osvaldo Nico da DECADE, Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas, falou sobre o crime. “É um crime complexo que envolve agressão, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica”, afirmou.

O Mc Gui, seus pais Cláudia Castanheira e Rogério Alves, assim como uma avó do cantor, são donos da produtora RW, e também são acusados de criar leilões falsos na internet. O delegado explicou em entrevista sobre os leilões falsos: “É evidente a ligação dos familiares dele com a produtora e com este site de leilão. Um leilão falso, no qual a pessoa compra, deposita o dinheiro (que cai na conta de um funcionário da produtora) e depois o site sai fora do ar, lesando um monte de gente”.

De acordo com Nico, o funkeiro, os pais dele e a avó do cantor seguem sob investigação. A investigação, de acordo com o delegado, começou há três meses.

Nesta quinta-feira (08), a Quem procurou novamente o delegado Nico, que confirmou todas as informações. Segundo ele, o grupo fez vítimas em diferentes Estados. As denúncias das pessoas que foram prejudicadas, além de um pedido do Sindicato dos Leiloeiros para apurar os sites suspeitos, fizeram com que a polícia abrisse um inquérito para investigar os possíveis crimes de estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Dentro do esquema, a polícia teria identificado aproximadamente 70 vítimas. A organização montava os sites e, quando alguém os denunciava, ele era desmanchado e outro similar era colocado no lugar para ficarem livres de suspeitas.

O delegado revelou que os itens apreendidos foram levados à delegacia para investigação. As equipes irão cruzar dados a fim de obter novas informações. “O MC Gui está com os pais nos Estados Unidos e tem evitado prestar depoimento sobre as acusações que envolvem a produtora de shows”, disse o delegado.

Claudia Castanheira, mãe de Gui se pronuncia sobre a investigação

Mc Gui e Claudia / Reprodução: Instagram
Mc Gui e Claudia / Reprodução: Instagram

Claudia foi procurada pelo portal Quem e afirmou que tudo será esclarecido, negou que tenha culpa e disse que a família irá se pronunciar através de uma nota.

“Hoje conversamos com a polícia e com a excelente competência da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Tudo será esclarecido. Não temos culpa de nada, mas infelizmente estamos fora do país e vamos postar uma nota de esclarecimento a todos”.

Confira também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here