Mc Rebecca e Anitta – Reprodução: Instagram

Neste ano, a funkeira Mc Rebecca ganhou um verdadeiro destaque ao ser revelado que ela já ficou com Anitta. Vale ressaltar que ela já havia chamando a atenção por conta de seu talento para a música. Somado os dois, não deu outra, sucesso na certa.

+ Descoberta por Ludmilla, Mc Rebecca dispara após lançar clipe com Anitta

Ela, inclusive, lançou recentemente, ao lado de outras cantoras, Luisa Sonza, Lexa e a ‘poderosa’, a música ‘Combatchy, que já soma dezenas de milhões de visualizações em poucos dias no YouTube. Mc Rebecca, em conversa com o jornal ‘O Dia’, comentou a sua relação de amizade com as cantoras:

“Temos (Anitta, Lexa, Luísa Sonza e Rebecca) um grupo no WhatsApp onde a gente mantém a nossa conversa em dia”, disse ela. Sobre a ‘ficada’ com Anitta, ela acabou revelando detalhes mais íntimos, que mexeu com a imaginação dos fãs: “Não foi beijo; foi uma lambida (risos). Somos amigas e sempre nos divertimos quando nos encontramos”.

+ MC Rebecca comemora sucesso de parceria com Anitta, Luísa Sonza e Lexa

Feminista, a cantora conta que vem buscando seu lugar na música, que ainda é um ambiente dominado pelos homens: “O mundo ainda é machista. Mas nós, mulheres, temos conquistado cada vez mais espaço dentro do universo do funk. Tanto homens quanto mulheres podem e devem cantar sobre seus desejos e me sinto privilegiada por ser mais uma das cantoras que fala sobre a força da mulher. A luta continua”, disse ela.

+ Cantora, que foi apontada como affair de Anitta, abre o jogo sobre relação com a poderosa

Para Mc Rebecca, as suas letras vão ajudando neste processo de igualdade, já que elas tornam as pessoas mais feministas: “Porque muitas garotas, nem que por algum momento, já foram tolhidas de dizer ao mundo o que queriam. Talvez, ver alguém cantando o que minhas letras dizem, ajuda a entender que nós podemos e desejamos o que quisermos. Ainda vivemos em um mundo repleto de certezas machistas, as quais não permitem enxergar a mulher como um ser humano igual ao homem. Temos o mesmo direito de nos expressar do que eles”.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here