Patricia Abravanel – Reprodução: Instagram

Após o anuncio da morte do apresentador Gugu Liberato, no último dia 22, diversos canais mudaram a grade televisiva para realizar a cobertura completa do caso, o que foi o caso da Record em que o artista trabalhava.

O SBT, antiga emissora que Gugu trabalhou por longos anos, optou por continuar com a sua programação normal e preparou o Domingo Legal, comandado por Celso Portiolli, para homenagear o grande nome da TV brasileira.

+ Abalado, Celso Portiolli passa mal durante velório de Gugu Liberato

A opção da emissora de Silvio Santos não foi bem vista pela colunista Patrícia Kogut, que em suas redes sociais avaliou o SBT e deu um zero pela atitude: “Nota 0 para o SBT, por praticamente ignorar o noticiário do velório e enterro de Gugu Liberato. Eles trataram o assunto en passant ao longo da programação. Quanta deselegância, que absurdo”, avaliou Kogut.

Diante da avaliação, Patricia Abravanel usou os comentários para se pronunciar e também sair em defesa da emissora de sua família. Nos comentários, ela revelou que essa decisão foi do seu pai como uma forma de respeitar a família do apresentador que era como um segundo filho para ele.

“O Domingo Legal foi todo em homenagem ao Gugu. Nosso jornalismo, nossos breaks, compramos página no jornal para homenagear. Uma pena estarem nos avaliando dessa forma”, lamentou ela no começo da sua resposta.

Em seguida, Patricia falou sobre como o Gugu era querido por todos de sua família: “Gugu sempre foi muito amado por todos nós da família. Ele fez parte da nossa história e enquanto esteve conosco era o braço direito do meu Pai. Fizemos de tudo para ele ficar, mas o oferta da outra emissora era praticamente impossível de recusar e sempre entendemos isso.”

Para finalizar, a herdeira de Silvio falou que foi uma forma de sua família honrar a de Gugu: “Nossa postura foi homenagear na medida certa, não visando ganhar audiência em cima de uma tragédia. Não mostrar o velório foi uma terminação do meu pai, que achava que seria uma proteção para família do Gugu. Com 89 anos essa foi a forma dele de honrar a família com muito respeito”, encerrou.

Rose Miriam, companheira de Gugu Liberato, fala pela primeira vez após a morte do comunicador

Confira a publicação:

+ Ronnie Von revela que soube antes da morte de Gugu Liberato



16 COMENTÁRIOS

  1. A Record passou o domingo todo cobrindo e qual foi o resultado? Rodrigo Faro perguntando como estava a audiência, fora o festival de choro forçado, para vai., hipocrisia tem limite., sou mais sbt cm o pouco tempo q falou mais cm sinceridade

  2. nossa fico vendo um mont d gent criticando o silvio por n ter ido no velorio,a pessoa mostrar q tem sentimento nao significa d ir num velorio e ver o amigo no caixao,respeito a opiniao dele n ter ido,o bom foi o q ele fez para o Gugu em vida.

  3. Acho que cada um faz a homenagem do jeito que achar melhor,melhor do que ficar fazendo sensacionalismo e visando audiência, (teve gente até tirando selfie junto caixão) é cada uma, já li até que ele se suicidou,as pessoas deviam cuidar da sua vida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here