Fofoquito / Instagram

Everton Di Souza entrou com um processo movido desde meados de 2011 contra o pastor Valdomiro Santiago, mas só agora foi que a ação teve o fim decretado. Em primeira instância, inclusive, o ex-repórter do SBT conseguiu vencê-lo diante do processo em torno do pagamento dos direitos autorais de uma música e pela direção e produção de um documentário biográfico do religioso, lançado em DVD.

+ Cristiana Oliveira conquista feito inédito na carreira como empresária

Segundo informações do portal Notícias da TV, na sentença, foi estipulado o pagamento de R$ 153 mil de indenização devido danos materiais, além de mais R$ 20 mil por danos morais. Inúmeras correções foram feitas em torno destes últimos oito anos, e o líder religioso precisará pagar a correção monetária e os juros, aproximando-se em torno de R$ 500 mil.

+ Laryssa Ayres planeja casamento com Maria Maya e revela sobre gravidez

Ex-repórter do ‘Fofocalizando’, o Fofoquito irá recorrer da decisão do juiz. No processo inicial, ele pedia uma indenização de R$ 48 milhões, valor baseado nos cálculos feitos em cima das vendas e distribuição dos materiais que ele criou e executou. “Foi uma vitória, mas vamos questionar o juiz sobre os valores que ele estipulou. Ao nosso ver, não condizem com o que é de direito do meu cliente, uma vez que o réu lucrou alto com seu trabalho criativo e não o pagou por isso”, declarou o advogado José Pereira Leal Junior.

+ Filho de Mr Catra têm intimidade exposta e vaza foto segurando arma em momento suspeito

Everton buscou os direitos na Justiça devido o sentimento de ter sido enganado pelo polêmico Valdomiro, já que ele não mais fazia parte do quadro de funcionários da Igreja Mundial do Poder de Deus quando a música de sua autoria foi lançada em um CD da banda da igreja do pastor. O artista sequer foi remunerado pelo faturamento da obra.

Veja também:

Ex-BBB Serginho é condenado em processo após acusação de envolvimento com drogas



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here