Ricardo Boechat – Reprodução: Instagram

O jornalista Ricardo Boechat cobria as informações sobre o incêndio que atingiu o centro de treinamento do Flamengo, nesta sexta-feira (08) e perdeu a paciência com um equívoco de sua equipe na Band News FM.

+ Famosos lamentam tragédia em centro de treinamento do Flamengo

O jornalista foi interrompido quando anunciava que falaria ao vivo com um oficial do Corpo de Bombeiros. Nesse momento, Boechat esbravejou: “Por que botaram [o papel com o nome do entrevistado] na minha mão então? Toma! Vou devolver esse papel e vocês quando puderem me acionar adequadamente me acionem”.

Logo na sequencia, já com o microfone desligado, quem acompanhava o programa pela internet viu o jornalista gesticulando e gritando demonstrando sua indignação no estúdio. O temperamento de Boechat chamou atenção nas redes sociais.

A Uol procurou o jornalista e ele revelou que pediu para a sua equipe procurar alguém do Corpo de Bombeiros para entrar ao vivo na rádio no lugar do bombeiro que era entrevistado, que segundo ele, não estava passando informações que ele julgasse relevantes.

“Nisso veio um papel com um nome de um tenente coronel e escrito ‘está no local’. Eu deduzi que era um outro tenente coronel que estava no local e eu ia dispensar aquele que não estava rendendo para ver se o outro rendia. E era o mesmo [que estava anotado no papel]!”, afirmou.  “Eu fiquei puto, mas já fiquei puto desse jeito umas 38 vezes e ficaria outras tantas. Dei esporro geral”, completou.

Ricardo acrescentou que o nervosismo é totalmente natural pela cobertura da tragédia em si e que as redações pelas quais passou, não costumam ser ambientes tranquilos.

“Era uma situação dramática e ao vivo. Se pisou na bola, o couro come mesmo. É o grau de tensão natural. Ouvir discussão dentro de redação, esporro de chefe… Quantos na vida eu tomei e quantos dei!”, falou ele.

Boechat também falou da reação na internet, em que chegou a ser acusado de assédio moral, e ironizou: ‘”Ah mas eu tô abaladíssimo com isso! Recomendo a essas pessoas que não me peçam emprego! Se as pessoas acham que não é normal, paciência. Elas que construam as suas próprias avaliações”, disparou ele.

Ele finalizou contando que não se importa com as discussões que tomam conta da internet: “Considerando que nem todos os seres bípedes dão essa importância às redes sociais, eu não faço a menor ideia do que rola lá e nem ligo muito”, finalizou.

Desabafo de garoto que sobreviveu ao incêndio do Flamengo comove internautas

Felipe Cardoso - Reprodução/Instagram
Felipe Cardoso – Reprodução/Instagram

Aconteceu na manhã desta sexta-feira (08), uma tragédia no Centro de Treinamento do Flamengo, onde um incêndio ocasionou a morte de vários jovens. E em sua rede social, um dos sobreviventes, o jovem Felipe Cardoso, de 15 anos, acabou fazendo um desabafo e comovendo os seus seguidores. Confira!

+ Jogador lamenta tragédia no CT do Flamengo: “Sonhos e objetivos interrompidos”

Confira também:

Repórter da Globo se revolta após humorista do SBT fazer piada com a tragédia da Chapecoense



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here