Irritadíssimo com as atitudes de Neco (Danton Mello), Justino (Mauro Mendonça) manda o filho arrumar as malas para voltar ao Rio de Janeiro. O coronel não perdoa o fato de Neco ter falado mal dele na frente de vários eleitores, na venda de Zaqueu (Alexandre Rodrigues). Na ocasião, para enfrentar Boanerges (Tony Ramos), o jovem diz que tanto ele quanto seu pai estão errados, pois a briga política dos dois coronéis não resulta em nenhum benefício para a população de Vila da Mata. Neco consegue até mesmo provocar burburinhos entre os caboclos que assistem à discussão, ao orfertar seu caro relógio por apenas mil réis. Como todos os funcionários são pagos com vales, e não com dinheiro, ninguém pode comprar o acessório. Boanerges sai da venda enfurecido e Justino, mais tarde ao saber do ocorrido, decide dar um basta nos desmandos do filho.

Justino garante que não vai mais sustentar Neco, já que o filho recrimina seu comportamento diante dos eleitores e sequer trabalha na fazenda ao seu lado como havia prometido. O jovem pede desculpas, mas o coronel insiste que vai mandá-lo de volta ao Rio, para retomar seus estudos. Para desespero de Mariquinha (Carolina Kasting), os dois começam a brigar – Neco afirma que não vai embora e Justino rebate que naquela casa ele não fica mais. Encerrando a discussão, o estudante de direito diz que também é dono da fazenda e que só sai de lá quando Justino lhe pagar a sua parte da herança da mãe.

As cenas estão previstas para serem exibidas no dia 03 de junho, quinta-feira.






DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here