A Dona do Pedaço - Amadeu e Maria ( Globo/João Miguel Júnior)
A Dona do Pedaço – Amadeu e Maria ( Globo/João Miguel Júnior)

Faltando pouco para o fim de A Dona do Pedaço, tudo aponta para que Maria da Paz (Juliana Paes) tenha um final feliz ao lado de Amadeu, interpretado por Marcos Palmeiras.

Saiba o desfecho de Maria da Paz em A Dona do Pedaço

Como novela é uma obra aberta, nem o próprio ator descarta possíveis surpresas na história do casal. Em conversa com o Área Vip nos bastidores da novela, ele acredita que seu final já está se desenhando. “Eu acho que é muito difícil que o Amadeu não fique com Maria da Paz. Não tinha como não ser assim.  Da forma que tudo foi construído, o Amadeu sempre foi esse parceiro dela o tempo inteiro, seria muito injusto. Mas cabeça de autor cabe tudo, né?  O Walcyr sempre tem uma carta da manga”, diverte-se o ator, que com o maior comprometimento. “Não me prometeram nada, tudo que me deram foi muito bem recebido”, afirma.

Com a torcida dividida entre Amadeu e Régis (Reynaldo Gianecchini), o ator garante que também defenderá seu personagem até o fim.  “Eu não sei na rua, na minha frente todo mundo torce por mim, né?  Acho que o Gianecchini vai falar a mesma coisa se perguntarem pra ele”, brinca o ator, que acaba confirmando  que terá uma filha com a boleira. “A Maria da Paz e o Amadeu irão ter uma bebezinha, uma menina. Vai ser algo bem feliz para ela e para ele, que vai poder criar uma filha como não fez com a Josiane. Ele sempre teve essa culpa de não ter criado a filha, achando que poderia melhorar alguma coisa nela.. Mas vai ser um final bastante bonito”, entrega.

Enquete A Dona do Pedaço: Com quem Maria da Paz deve ficar, Amadeu ou Régis?

Palmeira também fez mistério sobre o final de Josiane (Agatha Moreira). “Não sei mesmo. Eu acho que tem uma possibilidade dela se regenerar. Ela vai presa, entra pra igreja e tal, mas a partir dali eu não sei se o sangue dos Matheus vai falar mais alto”, despista. Para o ator, o personagem fez a parte dele como pai desde que descobriu que tinha uma filha e acredita que é possível, sim, uma mudança de comportamento das pessoas.  “Eu não acredito muito nisso de sangue ruim. Eu acho que todo mundo merece uma oportunidade de reverter. Se você parte do pressuposto do sangue ruim, você acha que as pessoas não tem jeito. Pra mim, todo mundo tem jeito, eu acredito muito nas pessoas, apesar de tudo que estamos vivendo”, disse ele, que não sabe se esse será o caso de Jô. “Essa novela tem uma coisa interessante que a gente, elenco e público, parece aquele espectador antigo de novela, que fica com raiva quando vê o que acontece. Até conosco mesmo acontece isso. Mas nós não sabemos mesmo do final mesmo, de verdade. É surpresa até pra gente”, faz suspense.

Resumos de A Dona do Pedaço – Semana de 11/11 a 16/11

Com o fim da novela, Palmeira ainda não tem nenhum projeto novo, mas está com vários trabalhos que serão lançados em breve. “Tenho os meus filmes que vou lançar. Eu tenho o filme de A Divisão, a versão cinema da série do Globoplay. Tenho um filme chamado Cidade do Medo, é uma espécie de Tropa de Elite feito pelo Rodrigo Pimentel, mas focando no fim das UPPs. Tem também o Boca de Ouro, feito pelo Daniel Filho, que vamos lançar ano que vem. O último é Barão da Noite. Tenho esses quatro filmes para lançar, pode ser que eu faça teatro, mas nesse momento de fim de novela é bem difícil de decidir alguma coisa”, conta.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here