Isabelle Drummond
Isabelle Drummond/Instgram

Inicialmente planejada para ser responsável pelo retorno da faixa de novelas das onze no ano que vem, a Globo surpreendeu nos últimos dias por ter anunciado a extinção definitiva, e consequentemente suspendeu, a menos de dois meses do início das gravações, ‘O Selvagem da Ópera’, de Maria Adelaide Amaral.

+ Larissa Manoela pode ser anunciada como contratada da Globo em breve

No entanto, engana-se quem acha que ficará por isso mesmo. Isso porquê, o enredo voltará em 2021, com 125 dos 51 previstos a serem veiculados nos fins de noite. De acordo com informações do portal Notícias da TV, a autora reescreverá o folhetim para a faixa das seis, sendo uma espécie de teste para um formato a ser estudado pela emissora, que acredita que terá produtos de maior qualidade, sem a famosa “barriga” ou “enchimento de linguiça”, que já veio a ocorrer em inúmeras tramas da casa no passado.

+ Globo vive impasse para contar com famosos no elenco do ‘BBB20’

Embora ainda invista em folhetins com até 155 capítulos, a ideia do alto escalão é produzir novelas curtas não só na primeira faixa do horário nobre, como também no horário das sete e principalmente das nove. A tentativa, inclusive, é outra forma de realizar produções que prendam a atenção do telespectador, ainda mais no atual momento em que nos encontramos, na era do streaming, em que os olhos se tornam mais aos seriados, embora a novela ainda não tenha perdido seu fôlego.

+ Marieta Severo é disputada por autores no horário nobre da Globo

Trazendo a história do maestro Carlos Gomes, ‘O Selvagem da Ópera’ já havia sido deixado de lado diante da confirmação da continuação de ‘Verdades Secretas’. Diante mão, o enredo de Walcyr Carrasco terá todos os seus capítulos disponibilizados antecipadamente na plataforma, o GloboPlay, sendo reaberto em 2021, com a produção estrelada por Camila Queiroz.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here