Kaio Cézar – Reprodução: TV Globo

O apresentador Kaio Cézar se desligou da TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará com um anúncio de demissão ao vivo no encerramento do Globo Esporte.

Um mês após ter saído, ele afirma não se arrepender do que fez, já que sustenta ter sofrido assédio moral do diretor da grande emissora, Paulo César Norões.

Em uma conversa com o Notícias da TV, ele falou um pouco sobre o assunto:“Tenho ainda mais certeza de que fiz a coisa certa, não me arrependo. É claro que, tendo uma família para sustentar, não vou dizer que eu queria perder o emprego e ficar desempregado, ninguém fala isso. Mas as circunstâncias me levaram a fazer isso. Eu estava numa situação tão dura que eu cheguei a quase cometer suicídio”, revelou ele.

“Eu estava em uma afiliada da Globo, estava em um local que, para muitos, era o topo da minha função de narrador esportivo aqui no Estado. Mas sabe quando você chega em um local e se decepciona? Não me arrependo [Paulo César Norões] xingou a minha família, me xingou também, o cara me perseguia. Se você não tem respeito nem dignidade, pode ser onde for, não é legal”, disparou ele.

Em seguida, o apresentador relembrou um episódio que aconteceu durante uma reunião: “Lembro-me que um dia, no meio de uma reunião do Esporte, quando era nosso editor-chefe, mandou-me ‘tomar no c**’ por ter discordado dele”.

“Depois de o diretor ter me xingado, sabe o que ele falou da minha família? No meio da Redação, disse gratuitamente: ‘Esse é um doido, pega uma mulher que tem menino, vai lá e faz outro menino nela. É um doido’. Nem que eu fosse doido ele teria direito de falar isso. Nesse dia eu saí da Redação chorando, não falei nada com ele com medo de perder meu emprego. Simplesmente por isso”, desabafou ele.

“Um diretor expôs a minha família desse jeito, além de diversas situações de perseguição. Perdi emprego na rádio, minha mulher perdeu o emprego dela, saí dos jogos do Premiere e, por último, a gota d’água, foi eu perder espaço como narrador na TV Verdes Mares, que era o que me restava”, lamentou e finalizou.

Vale ressaltar, que Kaio estava há mais de 11 anos no Sistema Verdes Mares. Ele que irá processar o diretor por assédio moral, também entrará com uma ação contra a empresa, na qual, segundo ele, havia acúmulo de função: “Eu fazia tudo lá. Editava, era repórter, era produtor, era tudo“.

De acordo com o apresentador, os advogados devem finalizar a petição nesta semana para entrar com o processo na Justiça.

Após pedir demissão ao vivo, apresentador global se manifesta

Globo Logo/Reprodução TV Globo
Globo Logo/Reprodução TV Globo

Após pedir demissão ao vivo do Globo Esporte Ceará, transmitido pela afiliada da Globo no estado, Sistema Verdes Mares, o apresentador Kaio Cézar, explicou o que o levou à fazer isso.

Em um longo desabafo no seu perfil do Facebook, Kaio Cézar apontou como o principal responsável pela sua atitude, o diretor do programa Paulo César Norões. Segundo o apresentador, ele se sentia perseguido e desprestigiado por ele. Confira!

Confira também:



8 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here