Foto: TV Globo

A Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão anunciou, nesta segunda-feira, dia 16, os indicados ao Emmy Internacional Kids 2017.

A Globo concorre em duas das sete categorias da premiação: em “Digital”, com ‘Malhação – Seu Lugar no Mundo’,  de Emanuel Jacobina, com direção geral de Leonardo Nogueira; e em  “Reality”, com a primeira temporada do The Voice Kids, que teve direção geral de Creso Eduardo Macedo e Frederico A. de Oliveira. Os vencedores do Emmy Kids serão anunciados em abril de 2018, na França.

No caso de ‘Malhação’, o trabalho finalista é a webserie original do Gshow “Eu Só Quero Amar”, que tem roteiro de Filipe Lisboa e Giovana Moraes e direção de Fernando Nipper e Filipe Lisboa.  Com a proposta de oferecer dramaturgia e documentário, a webserie abordou a trama que envolvia a vida dos personagens Henrique (Thales Cavalcanti), soropositivo, e Camila (Manuela Llerena), que na TV sofriam preconceito. O casal participou de “Eu Só Quero Amar”, que mistura ficção, com cenas estendidas sobre essa trama, e realidade, com depoimentos de casais sorodiferentes da vida real.

Com um formato já consagrado na Globo desde 2012, o ‘The Voice Brasil’ ganhou uma nova versão em 2016, voltado para crianças. A primeira temporada, finalista do Emmy, foi apresentada por  Tiago Leifert e Kika Martinez, e teve Ivete Sangalo, Carlinhos Brown e a dupla Victor & Leo como técnicos. Depois de uma disputa que emocionou o Brasil, o cantor Wagner Barreto se consagrou como campeão.

Além do Brasil, outros 15 países estão na disputa: Argentina, Austrália, Canadá, Colômbia, França, Alemanha, Irlanda, Japão, Países Baixos, Noruega, Filipinas, Singapura, Suécia, África do Sul e  Reino Unido.

A Globo já acumula 16 prêmios Emmy. O primeiro foi o de “Personalidade Mundial da Televisão”, recebido por Roberto Marinho, em 1976.  O segundo foi conquistado em 1981, com o musical ‘A Arca de Noé’. No ano seguinte, foi a vez de ‘Morte e Vida Severina’. Roberto Marinho recebeu novamente o prêmio “Personalidade Mundial da Televisão” em 1983. Em 2009, o Emmy de “Melhor Novela” foi para ‘Caminho das Índias’, de Glória Perez. Em 2011, a emissora foi novamente vencedora na categoria ‘Melhor Novela’ com ‘Laços de Sangue’, coprodução com a SIC, exibida em Portugal. No mesmo ano, no Emmy Internacional de Jornalismo, a Globo foi premiada pela cobertura do ‘Jornal Nacional’ sobre a invasão do Complexo do Alemão. Em 2012, duas estatuetas foram conquistadas com as produções ‘O Astro’ como ‘Melhor Novela’, e ‘A Mulher Invisível’, por ‘Comédia’. No ano seguinte, além do prêmio de Fernanda Montenegro como ‘Melhor Atriz’, a Globo levou a estatueta de ‘Melhor Novela’ com ‘Lado a Lado’. Já em 2014, Roberto Irineu Marinho, presidente do Grupo Globo, foi homenageado com o prêmio de “Personalidade Mundial da Televisão”. No mesmo ano, ‘Joia Rara’ conquistou o prêmio de ‘Melhor Novela’. Em 2015, ‘Império’ levou o prêmio de ‘Melhor Novela’, e ‘Doce de Mãe’’, de ‘Melhor Comédia’. No ano passado, Verdades Secretas’ foi eleita a ‘Melhor Novela’.





DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here