Jornalista Matheus Ribeiro – Instagram

Matheus Ribeiro foi o escolhido para apresentar o Jornal Nacional do último sábado (9), em comemoração ao aniversário do telejornal. Ao lado da jornalista Larissa Pereira, os dois representaram seus respectivos estados, Goiânia e Paraíba.

+Jornalista da GloboNews comete gafe ao chamar Bolsonaro de ex-presidente

Mas, diferente do que deveria, o que chamou a atenção no caso do jovem comunicador de 26 anos, foi sua sexualidade. Matheus acabou exposto nas redes sociais, apenas por ser gay e ter levado seu companheiro para conhecer os estúdios do JN, assim como qualquer outro apresentador que já teve a sorte de apresentar a atração.

À coluna do jornalista Leo Dias, Matheus comentou sobre o incomodo de ter sua sexualidade envolvida em notícias sensacionalistas e disse que espera pelo dia em que ser gay ou não, não seja um fator de avaliação de uma pessoa.

+Recontratado, Celso Zucatelli é motivo de ameaça entre jornalistas da Record

“Eu não queria minha vida exposta, mas um site sensacionalista usou uma imagem nossa, com os nossos rostos borrados, e publicou a seguinte manchete: ‘Âncora do JN vive romance gay com policial do BOPE’. Achei aquilo um absurdo. Não faz a menor diferença eu ser gay ou hétero. Só espero sinceramente o dia que isso não seja mais uma notícia”, desabafou o jovem.

+Amo ser pai, diz jornalista Felipe Andreoli

Mas, ao falar do que realmente importa, a grande conquista profissional que foi ter a chance de estar em uma das bancadas jornalísticas do país, Matheus garante: “Essa não é uma conquista minha, mas de todo povo de Goiás”, ressaltou o jornalista mais jovem a apresentar o JN.

O comunicador ainda completou falando sobre a ansiedade e emoção do último sábado à noite. “O Boa Noite, já na abertura do jornal, foi o momento mais emocionante para mim”, revelou.



26 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here