Cesar Tralli e o repórter Romeu Neto / Foto Reprodução: TV Globo

No início do SPTV, da Globo, desta sexta-feira (6), o apresentador Cesar Tralli precisou interromper a entrada ao vivo de um repórter.

Romeu Neto estava acompanhando a situação da greve dos ônibus, que gerou protesto na região da sede da prefeitura de São Paulo, quando um manifestante o atrapalhou.

Ele começava a falar sobre o fato de a prefeitura ter anunciado que irá alterar os novos contratos de licitação de ônibus e como estava a situação no local, e o manifestante que estava gravando um vídeo para a internet, começou a falar alto, olhando para seu celular, e avançando sobre Neto.

O cinegrafista tentou tirar o homem do foco, e passou a mostrar a prefeitura, no entanto, o manifestante segurou a câmera e a abaixou para que ele fosse focalizado.

Vendo a situação, a emissora cortou as imagens e Tralli passou a se desculpar com o repórter. “Eu vou trazer de volta para cá. Desculpa aí, Romeu, é que tinha uma pessoa atrapalhando sua entrada ao vivo. Então, não tinha como a gente dar andamento nas suas informações. Não dava nem para entender o que você estava falando”.

O jornalista ainda disse que os ânimos estavam aflorados na manifestação. “Mas nada justifica, também, atrapalhar o trabalho do repórter”, comentou ele. “Nós estamos aqui exatamente para trazer o máximo de informação possível, com toda a transparência e seriedade que cabe a nós aqui”.

Sufoco

O jornalista César Tralli revelou que passou por um sufoco daqueles antes de apresentar o ‘SP1’ desta segunda-feira (2).

Ele estava no Rio de Janeiro, onde participou do evento de comemoração dos 50 anos do Jornal Nacional, no entanto, enfrentou dificuldades para retornar para São Paulo já que desde domingo a capital sofre com as chuvas e com o tempo nublado. Saiba mais!

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here