Claudia Raia
Claudia Raia / Instagram

A atriz Claudia Raia, que está de férias após o final das gravações da novela “Verão 90”, falou em entrevista ao colunista Leo Dias, sobre como lida com relação a vida dos filhos.

Em entrevista exclusiva para Leo Dias, a estrela chegou a dar detalhes do que fez com que ela não aprovasse o namoro deles.

No começo do bate papo, contou que nunca aceitou nenhum tipo de preconceito em sua casa, por isso, afirmou que não houve nenhum tipo de pensamento depreciativo de sua parte. Não existem preconceitos na minha vida. Nunca. E eu mato os meus filhos se eles tiverem um pensamento preconceituoso”, disse ela.

A atriz disse que não costuma se meter muito na vida dos filhos, somente quando acha necessário se impor como mãe. Não é mentira que eu intervi com ele na história com a panicat [Nicole Bahls]. Ele tinha 16 anos de idade. Era bem esquisito aquilo”, desabafou ela.

Já falando sobre a filha ela disse “A Sofia é muito tranquila, muito respeitosa e na dela. Quem tem que estar feliz com alguém é ela, não eu. Eu escolho meu parceiro, e ela escolhe os dela. Eu, às vezes, abro os olhos para os caminhos, mas é ela que escolhe”, ressaltou a artista.

Pra finalizar ela acabou falando: “Eu tenho um filho príncipe e uma filha princesa. Mas óbvio que, para isso, tive que ser uma educadora. Eles não foram sempre assim. Precisaram levar muitos puxões de orelha, muitos ‘nãos’, muitos castigos”, finalizou Claudia.

Personagem

Na reta final de ‘Verão 90’Claudia Raia fez um balanço do trabalho como Lidiane. A atriz, que foi musa nos anos 1990, conquistou o público com o jeito atrapalhado da personagem.

Se no início da trama a mãe solteira vivia as voltas com a filha, Manu (Isabelle Drummond), no fim da história ela foi contemplada com o romance com Quinzão, interpretado por Alexandre Borges, com quem a atriz já contracenou em pelo menos sete trabalhos. Confira a entrevista! 

Leia também:



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here