Neymar Jr – Reprodução/Internet

Segue em discussão a acusação de estupro da modelo Najila Trindade sobre Neymar Jr. O caso, inclusive, já está sob investigação, mas ainda assim, está longe das atenções do público saírem em torno do caso. Inclusive, José Edgar da Cunha Bueno Filho, que estava à frente da defesa da modelo que se diz vítima de estupro, desistiu do caso.

Entretanto, um “segredo” do seu passado veio à tona, em descoberta feita pelo site UOL Esporte. Isso porquê, o profissional era um dos restaurantes Paris 6, grande parceiro do Instituto Neymar em inúmeras ações. Inclusive, o restaurante chegou até mesmo a desenvolver um novo projeto, a pedido do atacante do PSG, a sobremesa está disponível até hoje no local, e leva o nome do craque, sendo revertida parte do valores ao instituto.

Laudo médico de mulher que acusa Neymar de estupro relata hematomas e estresse pós-trauma

+ Sertanejo Eduardo Costa sai em defesa de Neymar e dispara contra mulher que o acusou de estupro

+ Sertaneja Simone, do duo com Simaria, se manifesta sobre escândalo de estupro de Neymar na web

A rede de restaurantes contava com três sócios, dentre eles José Edgard. Procurado, o Paris 6 revelou que o advogado havia feito parte entre meados de 2013 e novembro do ano passado, e negociou sua parte devido motivos pessoais. Isaac Azar, um dos nomes integrantes da sociedade, comprou as cotas do homem, e desde então não mantém mais contato com os antigos parceiros. “José Edgard trabalhava na parte administrativa do Paris 6, em outro endereço do restaurante, e não mantinha contato com os clientes e amigos do Isaac que frequentam a casa”, explicou. Procurada, a assessoria do Instituto Neymar afirmou que não se pronunciará sobre o assunto.

Ex-advogado de mulher que acusa Neymar revela que ela relatou apenas agressão, e não estupro

Neymar – Reprodução: Instagram

Neymar está envolvido em uma grande polêmica. Na última sexta-feira (31) uma mulher o acusou de estupro, durante uma viagem dela à Paris.

A cada momento essa história ganha um novo capítulo, e segundo o portal G1, o escritório de advocacia contratado pela mulher que acusa o jogador de estupro rescindiu o contrato com a cliente e alegou que ela não havia relatado para os advogados que sofreu estupro e apenas mencionou ter sofrido agressão.

De acordo com as alegações do escritório Fernandes e Abreu Advogados, a jovem relatou a eles que “a relação mantida com Neymar Jr. foi consensual, mas que durante o ato ele havia se tornado uma pessoa violenta, agredindo-a, sendo esse o fato típico central (agressão) pelo qual ele deveria ser responsabilizado cível e criminalmente”. O escritório divulgou o documento da rescisão do contrato. Saiba mais detalhes!

Gloria Maria no evento do Instituto Neymar

Gloria Maria e Patrícia Abravanel – Gabriel Cardoso/SBT

Após a polêmica com Maisa Silva, Gloria Maria protagonizou uma verdadeira turnê dentro do SBT nesta última quinta-feira (6), durante o evento do Instituto Neymar, e compareceu ao canal para receber a estatueta do prêmio.

A apresentadora Patrícia Abravanel, inclusive, foi a escolhida para a acompanhá-la no percurso. Durante quase duas horas, a profissional, que engatou um novo romance misterioso, deu uma passada no estúdio no qual Silvio Santos estava gravando o seu dominical. Ela, acessível como sempre, aproveitou o intervalo das gravações para tietar o ícone da TV e chegou a dar um selinho no dono da emissora. Confira!

Veja também:

Com escândalo de estupro, Neymar Jr é escanteado e preocupa após perda importante



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here