Reprodução/Instagram

Em meio a onda de demissões e cortes na tentativa de escapar de uma crise daquelas, a Globo têm passado por um processo de reestruturação daqueles nos últimos tempos e que acabou por afetar os seus contratados, principalmente aqueles que acabaram por terem tido seus respectivos vínculos encerrados com a rede carioca. Aguinaldo Silva, por sua vez, foi um deles.

+ Aguinaldo Silva comenta fim de contrato com a Globo: “Agora é momento de partir para novos desafios”

Inicialmente, o autor recebia em torno de R$ 5 milhões enquanto uma obra sua estava em cartaz – sendo a última o fracasso ‘O Sétimo Guardião’, por exemplo -, e quando estava afastado, o valor era diminuído em torno de R$ 3 milhões. Mas, de acordo com informações da jornalista e colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, após o anúncio da saída do novelista veterano após décadas como contratado, a emissora conseguiu economizar um grande valor milionário, o que se tornou satisfatório para a cúpula.

+ ‘Salve-se Quem Puder’ estreará com grande pressão nos bastidores da Globo

Por falar em mudanças, ainda segundo a nota, até mesmo os guarda-chuvas disponibilizados pelo uso dos funcionários nos Estúdios Globo em dias chuvosos, foram retirados de circulação. Neste último final de semana, por sua vez, em meio ao dia nublado no Rio de Janeiro, alguns funcionários acabaram por ter de esperar o temporal diminuir para voltar aos trabalhos nos departamentos. Em breve, inclusive, cada setor terá o direito do seu e será responsável pela manutenção do mesmo.

+ Homem perde ação na Justiça contra a Globo envolvendo polêmica com a novela ‘Bom Sucesso’

A saída de Aguinaldo do canal global é visto como o processo de renovação de autores e a redução de custos. A baixa audiência e os inúmeros problemas causados pelo seu último trabalho na emissora estrelado por Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso, foram certamente contribuintes para a decisão.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here