Camilo em ‘A Dona do Pedaço’ – TV Globo/Reprodução

A mudança repentina na vida de Camilo, personagem de Lee Taylor em ‘A Dona do Pedaço‘, foi uma das reviravoltas mais surpreendentes da novela das nove da TV Globo. E se você pensa que o que ele já fez com sua esposa, Vivi Guedes (Paolla Oliveira) foi o ápice, se prepare, pois virão coisas ainda piores.

+ Sérgio Guizé entrega futuro amoroso de Chiclete em ‘A Dona do Pedaço’

Em entrevista ao jornal carioca Extra, Lee Taylor falou sobre seu personagem: “O que Camilo faz é indefensável. A única coisa que não se pode tolerar é o intolerante, e eu não suporto suas atitudes”.

O personagem se mostrará ainda mais maldoso após aparecer de surpresa na festa que Maria da Paz (Juliana Paes) prepará após descobrir que Vivi Guedes é sua sobrinha. A influencer pensará que o marido malvado estará de plantão e levará Chiclete (Sérgio Guizé).

“Eu não perco essa reunião de família por nada”, afirmará o policial. Ao chegar na festa, ele encontrará sua esposa com o ex-pistoleiro. Os dois se enfrentarão e Chiclete decidirá ir embora.

Lee Taylor, o Camilo de ‘A Dona do Pedaço’ revela estar sofrendo ameaças

Ao voltarem para casa, Camilo começará a disparar contra Vivi: “Vou de surpresa num encontro de família, e quem está lá? O homem com quem você me traía. O homem que você amava. Quando vai aprender que sua vida mudou? Agora você me pertence. Sou seu marido”.

A influencer tenta se defender, no entanto, de nada adiantará e o policial sacará uma arma. Vivi até tentará se impor: “Você não atiraria em mim. Não me mataria”. No entanto, ele retrucará com uma tortura psicológica: “Mas posso atirar no seu rosto, destruir sua beleza… Não poderia mais posar para fotos, nem se reconheceria no espelho. Posso atirar no seu rosto, sem te matar, mas o suficiente para te destruir”.

Lee Taylor fala sobre possível assassinato de Vivi Guedes em ‘A Dona do Pedaço’

Na conversa com o jornal carioca, o intérprete de Camilo em ‘A Dona do Pedaço comentou a psicopatia: “Não imaginava que isso aconteceria. Quando namoravam, o ciúme não era o ponto maior de conflito, eles sempre se resolviam. Mas à medida que Camilo foi traído, alimentou a mágoa, até no ambiente de trabalho se sentia humilhado. Isso foi gerando um movimento dentro dele que explodiu, e ele passou a se comportar como um psicopata”.



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here