Priscilla Alcântara – Instagram/Reprodução

Muito religiosa e autêntica, a cantora Priscilla Alcântara sempre mostra aos seus fãs, mensagens de fé com o intuito de aconselha-los e dar apoio para que possam enfrentar os problemas.

Em suas redes sociais, a ex-apresentadora do SBT falou sobre medos e identidade, abrindo o coração e falando o que sente, deixando claro e explicando aos fãs sobre as suas escolhas e momentos, revelando medos e inseguranças, porém, mostrando que não se abala com os momentos ruins.

 + Priscilla Alcântara homenageia Bruna Marquezine: ‘Te amo tanto’

Na legenda da publicação, Priscilla escreveu um texto, que vale a pena ler: “IDENTIDADE: “quem sabe você não nasceu pra um tempo como esse?” — poucas sensações são tão boas quanto a de estar no lugar certo, na hora certa, sendo exatamente quem nasceu pra ser. numa era onde todos criam expectativas irreais uns sobre os outros, poder desfrutar da totalidade de quem você realmente é, sem ser refém daquilo que você não é, é uma dádiva. fazer o que você nasceu pra fazer, é um privilégio. não um privilégio de alguns; um privilégio de todos. todos foram gerados pra uma identidade e um propósito. mas nem todos escolhem se aprofundar na resposta de “quem sou” “pra o que existo”. nem todos tem essa [saudável] ambição. e nem todos procuram a fonte correta pra tais respostas. eu não consigo te dizer quem você é, mas consigo dizer o que você não é: um mero telespectador da vida. pra o que você existe? você não existe pra existir, você existe pra viver. quem sabe você não nasceu pra um tempo como esse? tempo tão cheio de questionamentos, e que precisa daqueles que gerarão respostas. tudo depende de como você enxerga a si mesmo. world changers. esses dias eu sofri por sonhar demais. sofri pela ansiedade de sonhar. sofri pelo medo dos riscos que ‘sonhar’ me traz. percebi que quem sonha muito alto, sofre mais profundo, porque os riscos são maiores. mas em compensação, os resultados são ainda maiores do que os riscos tomados. quem sonha muito alto está num constante polaridade “se der errado, vai dar muito errado. mas se der certo, vai dar MUITO certo”. concluí que tá tudo bem sofrer por sonhar alto demais. você sofre antes, com medo dos riscos, mas a alegria após vencer os riscos e alcançar o suposto inatingível, é superabundante. se arrisca mais, mas tem mais chance de conseguir fazer o que ainda ninguém fez. quem sabe você não nasceu pra um tempo como esse? pense. não seja levado por qualquer onda. não copie e cole de ninguém. deixe de ser bebê. cuidado com o coração, ele é enganoso. busque saber. seja. persiga a sabedoria como se fosse ouro. na verdade, ela vale ainda mais. e acima de tudo, não se esqueça de dançar. mesmo que estranhamente. don’t stop dancing.”

 + Priscilla Alcântara entrega acidente envolvendo Yudi Tamashiro e Silvio Santos

Veja: 

View this post on Instagram

IDENTIDADE: “quem sabe você não nasceu pra um tempo como esse?” — poucas sensações são tão boas quanto a de estar no lugar certo, na hora certa, sendo exatamente quem nasceu pra ser. numa era onde todos criam expectativas irreais uns sobre os outros, poder desfrutar da totalidade de quem você realmente é, sem ser refém daquilo que você não é, é uma dádiva. fazer o que você nasceu pra fazer, é um privilégio. não um privilégio de alguns; um privilégio de todos. todos foram gerados pra uma identidade e um propósito. mas nem todos escolhem se aprofundar na resposta de “quem sou” “pra o que existo”. nem todos tem essa [saudável] ambição. e nem todos procuram a fonte correta pra tais respostas. eu não consigo te dizer quem você é, mas consigo dizer o que você não é: um mero telespectador da vida. pra o que você existe? você não existe pra existir, você existe pra viver. quem sabe você não nasceu pra um tempo como esse? tempo tão cheio de questionamentos, e que precisa daqueles que gerarão respostas. tudo depende de como você enxerga a si mesmo. world changers. esses dias eu sofri por sonhar demais. sofri pela ansiedade de sonhar. sofri pelo medo dos riscos que ‘sonhar’ me traz. percebi que quem sonha muito alto, sofre mais profundo, porque os riscos são maiores. mas em compensação, os resultados são ainda maiores do que os riscos tomados. quem sonha muito alto está num constante polaridade “se der errado, vai dar muito errado. mas se der certo, vai dar MUITO certo”. concluí que tá tudo bem sofrer por sonhar alto demais. você sofre antes, com medo dos riscos, mas a alegria após vencer os riscos e alcançar o suposto inatingível, é superabundante. se arrisca mais, mas tem mais chance de conseguir fazer o que ainda ninguém fez. quem sabe você não nasceu pra um tempo como esse? pense. não seja levado por qualquer onda. não copie e cole de ninguém. deixe de ser bebê. cuidado com o coração, ele é enganoso. busque saber. seja. persiga a sabedoria como se fosse ouro. na verdade, ela vale ainda mais. e acima de tudo, não se esqueça de dançar. mesmo que estranhamente. don’t stop dancing.

A post shared by PRISCILLA (@priscillaalcantara) on

Amizade com famosa 

Elas frequentam o mesmo grupo religioso de jovens, com o nome de célula, e sempre estão fazendo visitas, uma para a outra. Tanto que a atriz é apaixonada pela voz da amiga e costuma compartilhar vídeos e áudios dela cantando, sempre que surge um novo lançamento, apoiando o trabalho dela e se mostrando parceira.

Em Paris 

Ousadíssima! Mais uma vez, Bruna Marquezine provou que sensualiza, mesmo que haja críticas ou elogios. Tudo isso aconteceu em Paris, na França, onde a famosa provocou os seguidores, mais uma vez.

A beldade apareceu deslumbrante ao aparecer deitada em um sofá,  onde aparece completamente nua, apenas com uma almofada… Leia mais! 

Veja também: 

Priscilla Alcântara se apresenta na Globo e fala da carreira no SBT: “Eu não sabia de nada”



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here