sábado, 12 de junho de 2021

Últimas

Hoje no Brasil: Números do Covid-19 disparam e Bolsonaro detona João Doria, que reage

-

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

Comente

Veja também

- Continua após o Banner -

Coronavírus, Jair Bolsonaro e João Doria – Montagem Área Vip

- Continua após o anúncio -

Brasil, 14 de maio de 2020. As notícias que impactaram o país hoje. Vem ficar por dentro com a gente aqui no Área VIP em mais um boletim Área News.

O Ministério da Saúde divulgou na noite desta quinta-feira (14) o boletim com o número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil. Já são  202.918 com a doença e o total de mortes chega a 13.993. No último balanço do governo, na quarta-feira, o total de infectados chegava a 188.974 e 13.149 mortes confirmadas.

De acordo com os dados oficiais divulgados pelo Ministério, foram notificados 13.944 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas, um crescimento de 7,3%. A quantidade supera o recorde registrado ontem, quando 11.385 infecções foram incluídas no sistema da Sáude.

- Continua após o anúncio -

+ Rede Globo fatura milhões com propagandas no ”JN”

Já em relação às mortes, foram notificados 844 novos óbitos, o que representa um avançõ de 6,4%. Os cinco estados com o maior número de casos da Covid-19 são: São Paulo (54.286), Ceará (21.077), Rio de Janeiro (19.467), Amazonas (17.181) e Pernambuco (15.588).

- Continua após o anúncio -

Em relação ao número de mortes, os cinco estados com a maior quantidade de óbitos são: São Paulo (4.315), Rio de Janeiro (2.247), Ceará (1.413), Pernambuco (1.298) e Amazonas (1.235).

Jair Bolsonaro – Instagram

Bolsonaro faz discurso contra João Doria

Nesta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro fez um discurso contra o governo de João Doria em São Paulo. O presidente estimulou  o empresariado a “jogar pesado” com o governador do estado paulista para evitar o lockdown  como medida de combate ao novo coronavírus.

Em videoconferência promovida pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Bolsonaro disse que há “uma guerra” e disse que existe uma tentativa política de tentar quebrar a economia para atingir o seu governo. “O que parece que está acontecendo parece uma questão política, tentando quebrar a economia para atingir o governo”, disse o presidente.

+ Fernanda Concon, atriz de ‘Carrossel’, gera repercussão ao detonar Jair Bolsonaro

Bolsonaro criticou as medidas de lockdown que passaram a ser consideradas por Doria, um de seus principais adversários políticos.  “Um homem está decidindo o futuro de São Paulo, o futuro da economia do Brasil. Os senhores, com todo o respeito, tem que chamar o governador e jogar pesado, porque a questão é séria, é guerra. É o Brasil que está em jogo, se continuar o empobrecimento da população daqui a poucos seremos iguais na miséria”, disse

O presidente defendeu a abertura rápida do mercado e providências imediatas para evitar consequências como possibilidade de “caos”, “saques” e “desobediência civil”. Segundo o presidente, neste caso não adiantará convocar as Forças Armadas porque não haverá militares suficientes para atuar na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

+ Débora Falabella dispara contra Jair Bolsonaro: “Lunático”

Bolsonaro citou o decreto no qual incluiu academias, salões de beleza e barbearia na lista de serviços essenciais. Na semana passada, o presidente já havia incluindo na relação a construção civil e atividades industriais.

João Doria – Instagram

Doria rebate discurso do presidente

O governador de São Paulo não deixou barato a represália do presidente. Minutos depois de a conversa de Jair Bolsonaro  com empresários vazar, Doria  partiu para o contra-ataque. “O presidente Jair Bolsonaro despreza vidas. Ele prefere fazer comícios, andar de jet ski, treinar tiros e fazer churrasco. Enquanto isso, milhares de brasileiros estão morrendo todos os dias”, afirmou. “Acorde para a realidade, presidente Bolsonaro. Saia da bolha de ódio e comece a ser um líder, se for capaz”, desafiou Doria.

+ Paulo Vieira detona Jair Bolsonaro: “Sabia que seria ruim”

João Doria publicou no Instagram o vídeo de sua visita a São Bernardo do Campo, onde inaugurou mais uma unidade de saúde. “Fui questionado sobre os ataques feitos pelo Presidente Bolsonaro contra mim hoje. O Presidente Bolsonaro infelizmente ataca a saúde e a vida de milhões de brasileiros que vivem em SP. Convido o presidente a visitar hospitais e familiares das mais de 4 mil vítimas do coronavírus em SP para entender a triste realidade que ele insiste em ignorar. Precisamos de menos política, menos ódio, mais ação e compaixão”, escreveu na legenda.

Paciente com Covid-19 – Agência Brasil

Covid-19 já fez mais de 300 mil vítimas no mundo

O número de mortes por covid-19, doença causada pelo novo coronavírus , em todo o mundo ultrapassou a marca de 300 mil nesta quinta-feira (14). O balanço foi realizado pela universidade americana Johns Hopkins.

Até as  14h50, foram registrados 300.074 óbitos desde a primeira confirmação da doença em dezembro, na China. Além disso, de acordo com os dados, existem 4.405.019 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus em todo o mundo. Lideram a lista com o maior número de vítimas do Sars-Cov-2: Estados Unidos (84.985), Reino Unido (33.692), Itália (31.368), Espanha (27.104), França (27.077) e Brasil (13.555).

+ Nego do Borel recebe convite para ser vereador no Rio

Em relação aos casos confirmados, a Itália ocupa a quinta posição, com 223.096, seguida do Brasil, que tem 196.375. Os Estados Unidos também lideram o ranking, com 1.400.500 infectados, enquanto Rússia (252.245), Reino Unido (234.431) e Espanha (229.540) aparecem na sequência. A marca de 300 mil mortes é atingida apenas duas semanas depois do mundo contabilizar mais de 200 mil vítimas. O balanço de casos, no entanto, não reflete a real quantidade de pessoas contaminadas já que não há testagem em massa na maior parte das nações.

Até o momento, não há medicamento e nem vacina para combater o vírus. A maioria dos países está adotando o isolamento social como medida para evitar a propagação da doença.

- Continua após o anúncio -

+ Novidade: Área VIP no Telegram – Clique Aqui e fique por dentro!

E tem muito mais para você: Baixe o app Área VIP – TV e Famosos ou siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos FamososClique Aqui!

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

15 COMENTÁRIOS

  1. Essas agressões não resolvem absolutamente nada qdo ele resolver assumir a postura de presidente talvez os governadores aceitem diálogo com ele ,ficar atacando como ele faz jamais resolverá essa situação crítica, Doria está certo em manter esse isolamento presidente não sabe nada a sua moral está a zero nesse país.

  2. Esse cara Bozo e um fuleragem não governa não tem capacidade e nem inteligência é um energúmeno fuleragem só sabe agredir os governadores q estão tentando conter o máximo possível da transmissão desse covid 19 ainda tem os 🐂 q são os energúmeno q apoia esse capeta dos infernos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Últimas TV & Famosos