Apresentador Marcão do Povo e o repórter Felipe Macedo / Foto Reprodução: SBT

Após ser ridicularizado durante a exibição do telejornal ‘Primeiro Impacto’, do SBT, um homem foi encontrado morto, em Londrina, no Paraná. A chacota aconteceu na edição que foi ao ar na última terça-feira (12). Segundo o  o site 24h, a morte foi tratada como suicídio.

Antes de ser encontrado morto, o soldador Ailton Soares, de 38 anos, apareceu no noticiário pendurado a um fio. Na ocasião ele disse que queria morrer, e o apresentador do SBT, Marcão do povo, falou que o gesto extremo era porque ele descobriu uma traição da sua mulher.

Famoso cantor de 26 anos revela tentativa de suicídio e desabafa: “Sorte de ainda estar aqui”

O apresentador, durante a exibição da reportagem, chegou a pedir uma música à produção e fez uma piada com a tentativa de suicídio do rapaz. “Desça dai seu corno, desça dai / Desça dai chifrudo o que é que há? / Você ganhou foi gaia não foi asas pra voar”, dizia a letra da canção.

“Você ganhou um par de chifres, não foi asas para voar. Você não é o único corno do Brasil, fique tranquilo. Chifre é que nem consórcio: a qualquer momento você é contemplado”, completou Marcão.

O repórter Felipe Macedo, que acompanhava o caso, também ridicularizou o homem por querer tirar a própria vida. “Se todo corno fosse subir em fio depois de levar chifre, ia faltar fiação elétrica no Brasil todo”, disse ele. “É o corno elétrico. Os amigos avisam: a tua mulher está te chifrando. E ele diz: tô ligado”, completou aos risos.

Ex-namorada de MC Jottapê revela suposta traição e tentativa de suicídio

A viúva da vítima, Simone do Nascimento Soares, quer que o SBT se desculpe publicamente no mesmo espaço onde o marido foi ridicularizado ao vivo. “Eu só quero que quem prejudicou meu marido que se retrate ou fale em rede nacional. Ninguém sabia o que meu marido estava passando. Ele não conseguia trabalhar, o INSS cortou o benefício. Acabou com a vida dele, acabou com tudo. Se eu não tivesse um menininho, teria cometido uma loucura”, disse ela ao colunista Maurício Stycer, do portal UOL.

A mulher da vítima conta que o marido tinha depressão e caiu em mentiras: “A gente tinha dado um tempo, mas naquele dia ele estava dopado de remédios e ainda bebeu. E as pessoas diziam coisas sem sentido. Ele imaginava uma coisa, na cabeça dele era aquilo mesmo”.

O colunista entrou em contato com o SBT, que disse que não iria se pronunciar. Já o apresentador Marcão do Povo, que se recupera de uma cirurgia no joelho, também não quis falar, mas indicou o seu advogado. “Não houve qualquer incitação ao suicídio na matéria”, disse Rannieri Cavalcanti Lopes. “Foi uma brincadeira normal que o Marcos faz sempre no programa”.

Veja também: 

Jornalistas do SBT tomam atitude arriscada diante de insatisfação nos bastidores



2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here