Ayres Rocha e Jéssica Senra – Reprodução/Globo

As celebrações do cinquentenário do ‘Jornal Nacional’ estão em grande ritmo, e ao longo dos próximos sábados, os telespectadores poderão ter a oportunidade de conhecer representantes de cada estado de uma afiliada da Globo do país.

Desta vez, Ayres Rocha, da Rede Amazônica, e Jéssica Senra, Rede Bahia, foram os comandantes da banca do principal jornalístico. Durante os agradecimentos finais deste último sábado (7), por exemplo, o âncora protagonizou uma situação hilária ao público, ao entrar na onda de um famoso meme relacionado ao estado do Acre.

“Para mim, foi muito bom representar o meu estado. Agradeço primeiramente a Deus, aos meus amigos, Rede Globo, Rede Amazônica. Isso aqui também, Jéssica, provou mais do que nunca que o meu Acre existe. Existe sim! Uma boa noite”, disse Ayres Rocha, gerando risadas na parceira, Jéssica. Ainda que o momento tenha sido engraçado, o profissional tocou num assunto sério relacionado a questão de xenofobia, na qual muitos praticam devido ao terceiro estado menos populoso do Brasil.

Nas redes sociais, os internautas brincaram com a situação, mas o parabenizaram pela representatividade. “O Acre existe e é lindo”, “Ayres Rocha brincando com a lenda de que o Acre não existe, e que ele pôde provar hoje no #JN que ”o Acre existe sim”. Viva a representatividade”, “Conte comigo pra tudo, Ayres”, “Não acredito que escutei isso na Globo”. “Socorro que o moço terminou o ‘JN’ falando da piada do Acre”, foram um dos comentários.

Ex-apresentador do Jornal Nacional lamenta após ser esquecido pela Globo

O apresentador Celso Freitas confessou que ficou chateado por não ter sido incluído nas celebrações dos 50 anos do Jornal Nacional, da Rede Globo.

Atualmente trabalhando na Record, ele comandou o telejornal entre os anos de 1983 e 1989, no entanto, ele não teve o nome exibido durante o especial de aniversário, que foi celebrado no último domingo (1º). Durante uma entrevista ao TV Fama, da RedeTV, Celso falou sobre não ter sido lembrado. Confira!

Celebração dos 50 anos do ‘Jornal Nacional’ reúne grandes nomes do jornalismo

A noite do último domingo (1) reuniu no mesmo tempo e espaço personagens emblemáticos da história do telejornalismo brasileiro. Há exatos 50 anos, no dia 1 de setembro de 1969, a dupla de apresentadores Cid Moreira e Hilton Gomes anunciava o primeiro telejornal em rede do país, o ‘Jornal Nacional’. Após centenas de coberturas jornalísticas inesquecíveis e do talento de um time estelar de repórteres e correspondentes que contaram a história deste meio século, ao JN não faltam motivos para celebrar.

Neste 1 de setembro de 2019, parte dos profissionais que fizeram e fazem parte da trajetória do JN se reuniu em um restaurante no Jardim Botânico, bairro do Rio de Janeiro onde fica a sede da emissora. Encontros de gerações, risadas e abraços em clima total de celebração. Veja as fotos!

Veja também: 



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here