Henrique Fogaça/Instagram
Henrique Fogaça/Instagram

Henrique Fogaça, o jurado do ‘Masterchef Brasil’, se envolveu em uma polêmica envolvendo o mundo religioso.

Em viagem pela Europa, Fogaça passou pelo Vaticano, onde acabou fazendo uma foto com duas freiras, o que causou a polêmica, é que ele estava usando uma camiseta de duas religiosas se beijando.

A repercussão foi imensa, Fogaça apagou a publicação e se desculpou. Mas mesmo assim, algumas pessoas se sentiram ofendidas, até o Padre Fábio de Melo acabou criticando sua conduta.

Mas quem veio a público e pensou diferente foi o Padre Juarez de Castro que defendeu o chef, nesta quinta-feira (4), em um vídeo feito em seu canal no YouTube. “Foi uma bobagem de adolescente, coitado”, analisou Juarez. E perguntou. “Um episódio desse vai tirar todo o talento do rapaz?”.

Ainda no vídeo, o padre ficou indignado com os cristãos que julgaram o chef. “Vejo que estão falando que ele tem que ser queimado na fogueira, que tem que ser demitido da emissora. Que inquisição é essa?”, questionou o religioso.

Em resposta, Henrique Fogaça agradeceu o apoio. “Muito obrigado pelas suas palavras e compreensão”.

Confira o Vídeo:

Band se pronuncia sobre a polêmica

Após uma foto polêmica compartilhada nas redes sociais por Henrique Fogaça, onde ele aparece com duas freiras na Itália, gerando uma grande repercussão, o Grupo Bandeirantes decidiu se pronunciar.

A emissora informou que já tomou o conhecimento do que aconteceu e também das declarações do chef de cozinha. A Band também informou que vai querer ouvir a explicações dele e vai analisar o caso. Eles também deixaram claro que as opiniões do jurado não refletem nas diretrizes da emissora. Veja o comunicado na íntegra! 

Veja também:



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here