fbpx

Biah Rodrigues, esposa do sertanejo Sorocaba, sofre ao ver o filho sentindo...

A modelo compartilhou com seguidores a sua madrugada ao lado do filho que estava com muita dor.

Matheus da dupla com kauan encanta a web com foto dos filhos

O sertanejo usou as redes sociais para mostrar um momento fofo entre pai e filho.

Globo ainda não pagou todos os autores para liberar novelas na Globoplay

A Rede Globo anunciou várias novelas e atrações que vão entrar no streaming da emissora, o GloboPlay. No entanto, nem todos os autores foram contatados para conversar sobre o dinheiro.

Fernanda Machado revela complicações na hora do parto

A atriz usou as redes sociais para compartilhar seu drama na hora do parto do segundo filho.

Pedro Scooby mostra momento especial com os filhos: “Só paz e alegria”

Separado de Luana Piovani, o surfista está passando uma temporada com os pequenos em Portugal

Delegada escutará de novo suposta vítima que acusa Felipe Prior

A delegada quer checar algumas informações que não estão batendo, entenda.

Hoje no Brasil: Covid-19 continua fazendo vítimas, uso da Cloroquina é orientada pelo governo e Enem terá nova data

-

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

Comente

Participe dando a sua opinião sobre este artigo

Veja também

Fernanda Machado revela complicações na hora do parto

A atriz usou as redes sociais para compartilhar seu drama na hora do parto do segundo filho.

Fernanda Gentil revela apoio de Luciano Huck após namoro ser exposto

A jornalista abriu o jogo sobre um momento marcante que viveu com o apresentador após o relacionamento com Priscila Montadon ser exposto na mídia.

Filha de Kelly Key nega boatos de gravidez: “Não vai ser dessa”

Após alguns questionamento, Suzanna Freitas revelou que não está grávida e fez uma revelação aos fãs.

Sobe número de infectados pela Covid-19, Ministério da Saúde protocola uso na Cloroquina e Enem adia exame – Montagem Área Vip

Continua subindo o número de infectados e mortes com a Covid-19. Nesta quarta-feira (20), o número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil chegou a  291.57 e o total de mortes em 18.859.

Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde.  No último balanço do governo, na terça-feira, o total de infectados chegava a 271.628, com 17.971 mortes confirmadas. De acordo com o balanço do ministério, foram registrados 19.951 casos nas últimas 24 horas, novo recorde que supera o dado de ontem, quando foram notificados 17.408 infectados. Em relação às mortes, foram confirmados 888 novos óbitos nas última 24 horas.

Famoso produtor musical morre de coronavírus

São Paulo continua como o estado com mais casos da Covid-19: são 69.859 até o momento. Em seguida vem Ceará (30.560), Rio de Janeiro (30.372), Amazonas (23.704) e Pernambuco (22.560). A capital paulista ainda fica na frente em óbitos pela doença, com 5.363. Depois vem Rio de Janeiro (3.237), Ceará (1.900), Pernambuco (1.834) e Amazonas (1.561).

O presidente Jair Bolsonaro sempre defendeu o uso do medicamento – Instagram

Cloroquina é oficialmente  indicada pelo Ministério da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro sempre defendeu o uso de cloroquina para pacientes com Covid-19, independente do estágio da doença. Nesta quarta-feira (20), o  Ministério da Saúde publicou um novo protocolo que orienta o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina em casos leves da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus e que já matou mais de 18 mil pessoas no país.

A discussão em torno da droga fez o presidente bater de frente com os ex-ministros Saúde, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, que deixaram a pasta. Até então, a possibilidade de aplicação desses medicamentos, geralmente empregados contra malária e lúpus, era restrita a casos graves da Covid-19.

Regina Duarte surge ao lado de Bolsonaro, e presidente dispara: “Querem desestabilizar a gente”

Segundo o protocolo, a cloroquina e a hidroxicloroquina podem ser usadas já a partir do primeiro dia de tratamento de pacientes com sintomas leves, que incluem coriza, diarreia, dor abdominal, febre, tosse, fadiga e dor de cabeça, sempre em combinação com a azitromicina, usada contra infecções respiratórias.

A aplicação dessas medicações está “condicionada à avaliação médica” e ao consentimento do paciente. O protocolo ainda admite, logo em seu segundo parágrafo, que “até o momento não existem evidências científicas robustas que possibilitem a indicação de terapia farmacológica específica para a covid-19”.  O Conselho Federal de Medicina autoriza a aplicação do medicamento, mas não a recomenda.

Mario Frias aceita convite para assumir Secretaria da Cultura

Em coletiva virtual nesta quarta-feira, o comando da Organização Mundial de Saúde (OMS) foi questionado sobre a decisão do governo do Brasil de divulgar um protocolo do Ministério da Saúde que prevê o uso da cloroquina desde os primeiros sinais da covid-19.

Diretor-executivo da Organização Mundial da Saúde, Mike Ryan começou a responder afirmando que toda nação soberana pode aconselhar seus cidadãos sobre qualquer medicamento, mas acrescentou: “A hidroxicloroquina ou a cloroquina até agora não se mostraram eficazes contra a Covid-19.”

Seu Jorge se pronuncia sobre suposto apoio a Jair Bolsonaro

Ryan lembrou ainda que existe o risco de uma série de efeitos colaterais, no uso desses medicamentos. Além disso, comentou que ocorrem atualmente várias pesquisas para testar potenciais remédios contra o coronavírus, alguns deles com a cloroquina e a hidroxicloroquina. Líder da resposta da OMS à pandemia, a epidemiologista Maria Van Kerkhove acrescentou que a entidade também trabalha pela meta comum de se descobrir “qual terapia é segura” no combate ao vírus.

Dr. Rey revela planos caso vire ministro da Saúde: “Em três semanas eu acabo com o coronavírus”

A data do exame foi adiada – Divulgação

Enem é oficialmente adiado

Depois de muita resistência, o  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 será adiado. Segundo o  órgão, que é responsável pela aplicação da prova, o exame acontecerá entre 30 e 60 dias depois das datas originais. A prova impressa aconteceria entre os dias em 1º e 8 de novembro e as digitais eram previstas para os dias 22 e 29 de novembro.

Geisy Arruda faz grave acusação contra Bolsonaro e lamenta: “Quer matar mesmo”

Nota do Inep na íntegra:

“Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Hoje no Brasil: Covid-19 bate recorde de mortes em 24 horas, uso de máscaras é obrigatório e eleições podem ser adiadas

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio”

E tem muito mais para você: Siga o Área VIP no Google Notícias e receba as informações mais quentes do entretenimento com tudo o que acontece no mundo da TV e dos Famosos - Clique Aqui!

Núcia Ferreirahttps://www.areavip.com.br/
Jornalista carioca com passagens pelas revistas Conta Mais, TV Brasil e TV Novelas. No site Área VIP, além de redatora, é repórter especialista em Celebridades, TV e Novelas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

site statistics